Pages

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Com 2,5 km de extensão, 'avenida da fé' concentra 20 igrejas em Piracicaba

0 comentários
Com apenas uma católica, as evangélicas predominam na Raposo Tavares.
Programação diária de cultos tem diversos horários para públicos distintos.
Quem passa pela Avenida Raposo Tavares, na periferia de Piracicaba (SP), encontra em praticamente qualquer hora do dia um culto religioso acontecendo. A via tem 20 igrejas, sendo apenas uma católica, ao longo dos seus 2,5 quilômetros de extensão.
As evangélicas se revezam em programações diárias em todas as horas e para todos os públicos na "avenida da fé". Se um pastor ou pregador não agrada, é possível, literalmente, atravessar a rua e acompanhar outro culto.
Lideranças religiosas, frequentadores e um especialista procurado pelo G1 relataram uma série de explicações possíveis para a aglomeração atípica de templos, sobretudo os evangélicos. A grande movimentação da avenida, a fragmentação de comunidades religiosas que criam ramificações, oportunismo comercial e religiosidade em excesso foram algumas das características elencadas pelos entrevistados.
A Raposo Tavares não é conhecida apenas pelas igrejas. A avenida é um dos corredores comerciais mais movimentados na periferia da cidade e reúne lojas de roupas, borracharias, bares, padarias e todo o tipo de comércio, além de ser passagem para linhas do transporte urbano, pois está entre dois terminais de ônibus. A grande circulação de veículos e pessoas pela região foi apontada por todos os entrevistados como fator de peso para a concentração de igrejas.
O pastor Rubens José de Melo Almeida, de 46 anos, preside a Igreja Agnus há quatro anos, mas veio da Igreja do Evangelho Quadrangular, que fica somente a algumas quadras de distância. Ele conta que a identificação do fiel é o principal fator para a diversidade de templos. "Claro que há casos de oportunismo, mas na maioria das vezes o crente vai escolher o local onde entenda melhor a mensagem do pastor ou se sinta mais à vontade. Considero essa diversidade positiva, pois temos a palavra de Deus sendo dita por muita gente", disse.
O jogador de futebol Isaac do Prado Donato, de 19 anos, chegou a frequentar uma Assembleia de Deus, mas preferiu o grupo de jovens formado na Igreja Neo-Pentecostal. "Às vezes escolhemos pela comunidade, mas no meu caso uns amigos convidaram e acabei gostando. Acho bom esse grande número de igrejas, pois tira muitos jovens da criminalidade e das drogas", contou o atleta.
Mesmo à tarde, há um público fiel. "O local é ideal por ser movimentado e ter vários bairros no entorno. Mesmo nesses horários que ninguém imagina há fiéis", disse o diácono da igreja Internacional Promessa de Deus, Danilo Augusto, de 25 anos. "O público das tardes é formado por mulheres, jovens e aqueles que não trabalham", completou o presbítero da Restaurando Vidas, Matheus Mandro, de 18 anos.

Diversidade
O "leque" religioso vai das entidades mais tradicionais, como Assembleia de Deus, Batista, Evangelho Quadrangular e as Pentecostais, até as linhas mais modernas do protestantismo, como Universal do Reino de Deus, Deus é Amor e as neo-pentecostais, passando ainda por ministérios solitários, desenvolvidos pelos seus próprios pastores.
Assim como as igrejas, há muita diferença entre o trabalho dos pastores. Enquanto parte dos cultos aborda trechos da bíblia e ensinamentos referentes aos valores do protestantismo, também há locais em que as palavras "dinheiro", "riqueza" e "oferta" são as mais ditas durante a pregação. "A bíblia fala que quem não é dizimista está roubando a Deus. Então, se o irmão quer ser abençoado, venha fazer sua oferta, mas se quiser queimar no inferno, pode ficar aí sentado", disse o líder da Igreja do Reino de Deus na Terra, criada há oito meses na cidade.
O autor da frase ainda não obteve alvará de funcionamento e por isso não quis se identificar para não chamar a atenção dos fiscais. Depois de ministrar culto para apenas uma pessoa, sua esposa, o pastor considerou muitos colegas oportunistas. "Muita gente escolheu a Raposo Tavares depois de fazer pesquisa de público e para atrair mais fiéis. Eu só vim para cá por falta de outro local, não me importo em atrair as pessoas, mas em pregar o evangelho."
A abordagem sobre o dízimo acontece em todas as igrejas, mas nem sempre associam a questão ao "pagamento por dádivas". Por ser uma ação referendada por uma passagem citada na bíblia e pela necessidade da manutenção e melhoria dos locais, a oferta de dinheiro é também a forma para que os ministérios continuem os cultos.

Ramificação ou fragmentação?
O mestre em ciência da religião Ismael Forte Valentim analisa que a existência de várias igrejas em uma mesma avenida não representa apenas a diversidade. "Em muitos casos, membros de uma igreja têm brigas internas e resolvem se separar e abrir um templo ao lado da antiga, para atrair os fiéis", disse.
Valentim ressaltou que os bairros do entorno da Raposo Tavares são violentos na mesma medida que em outras regiões da cidade e que não têm tantas igrejas.
"Como há muitas ramificações, creio que isso acaba dividindo as forças locais para ações e reivindicações de peso. Não há unidade e articulação que permita avanços sociais."

G1
Leia mais...

Justiça Federal condena Assembleia de Deus a restaurar imóvel

0 comentários
A juíza federal Hind Ghassan Kayath determinou que igreja evangélica Assembleia de Deus deve restaurar um prédio histórico, de propriedade da igreja, que está descaracterizado e com condições de conservação precárias. Segundo o Ministério Público Federal, o imóvel fica em uma área tombada pela União, na travessa Padre Eutíquio, em Belém. O G1 ligou diversas vezes para a Assembleia de Deus, mas não foi atendido.
O endereço foi vistoriado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que percebeu a colocação de uma estrutura metálica que serviria de suporte para uma placa de publicidade, além da remoção do forro original do prédio. Após a vistoria, o próprio Iphan encaminhou uma representação ao MPF alegando descaso com o patrimônio.
Após avaliar as informações do Iphan, a Justiça Federal condenou a igreja a restaurar o imóvel em um prazo de 180 dias. “As observações contidas no relatório da perícia técnica relevam a deterioração do bem do imóvel não somente na sua fachada, mas também na parte interior e estrutural, tornando-se incontroversos os danos causados no imóvel”, disse a juíza, que fixou multa de R$ 1 mil para cada dia de atraso na restauração.

CBN
Leia mais...

terça-feira, 15 de abril de 2014

Fazer Cursos Aumentam o Salário e Trazem Oportunidades - 10 Motivos para estudar online

0 comentários

O Notícias Cristãs indica para você, o site Cursos 24 Horas, a melhor maneira para você aprender, aperfeiçoar conhecimentos em diversos e variados cursos de forma prática e online. Veja abaixo 10 Motivos para Estudar: 


Motivo 1Rápido e Práticomotivo 1
Fazer Cursos Online é uma forma rápida e prática de aprender. É possível iniciar um curso em qualquer dia, não é necessário apresentar documentos ou participar de processos burocráticos para iniciar as aulas.
Motivo 1Valores Acessíveismotivo 2
Nossos cursos variam entre R$ 20,00 e R$ 60,00. Um treinamento parecido em outras instituições pode custar mais de R$ 500,00. Nossa eficiência e alto volume de alunos possibilitam oferecer cursos de alta qualidade por valores reduzidos. Além disso, não há nenhuma cobrança de mensalidade em nossos cursos, eles são pagos uma única vez.
Motivo 1Flexibilidademotivo 3
O processo é totalmente flexível: Flexibilidade de Local, Flexibilidade de Horário, Flexibilidade de Duração do Curso. Estude de onde preferir, da sua casa, trabalho, faculdade, lan-house ou de qualquer computador, faça nos seus horários disponíveis e conclua os cursos em quanto tempo desejar. Tudo é feito de acordo com seu ritmo, sem compromisso com prazos e horários fixos.
Motivo 1Não necessita se locomovermotivo 4
Fazendo nossos Cursos Online você não gasta com locomoção até uma escola presencial, não perde tempo no trânsito. Isso significa mais tempo livre para estudar, resultando em um melhor aproveitamento.
Motivo 1Banco de Currículosmotivo 5
Diversas empresas contatam-nos e solicitam indicações de alunos para vagas de emprego. Ao estudar conosco, você pode incluir seu currículo no Banco de Currículos e ser indicado para vagas relacionadas aos cursos feitos.
Motivo 1Certificado Válido em Todo o Brasilmotivo 6
O Certificado é válido em todo o Brasil e em vários outros países, ele pode ser utilizado em faculdades, empresas públicas e privadas, concursos e provas de título, entre outros.
Motivo 1Empresa Mantenedora da ABEDmotivo 7
O Cursos 24 Horas é uma empresa mantenedora da ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância. Nosso nome e logo é exibido na página de Mantenedores da ABED.
Motivo 1Funcionários treinados conoscomotivo 8
Outra prova de qualidade do sistema de ensino é o número de empresas que já tiveram funcionários treinados conosco. Veja na imagem ao lado algumas dessas empresas.
Motivo 1Seu Currículo fica Atualizadomotivo 9
Todos os cursos podem ser incluídos em seu currículo. As pesquisas comprovam que manter o currículo atualizado é uma das formas mais eficientes para ser promovido, conseguir um novo emprego, ou até mesmo evitar uma demissão do emprego atual.
Motivo 1Professores Altamente Qualificadosmotivo 10
Uma equipe de professores altamente qualificados fica à disposição para atender aos alunos, corrigindo exercícios, enviando material adicional e tirando todas as dúvidas que possam surgir durante o curso.



Participe agora. É só Acessar: www.cursos24horas.com.br








Leia mais...

Técnico do Ituano glorifica a Deus por título paulista

0 comentários
Doriva prega durante entrevista à Rede Globo.
O paulista Dorival Ghidoni Jr, o Doriva, 41 anos, foi jogador de São Paulo e Atlético Mineiro no Brasil, foi convocado para a Seleção Brasileira e jogou a Copa de 1998. Na Europa passou por clubes como Porto, Celta de Vigo, Sampdoria, Middlesbrough e Blackpool.
Agora sua carreira como treinador ganha atenção nacional após o Ituano vencer o Santos na final do Campeonato Paulista.
Após a derrota no tempo normal, a partida foi para os pênaltis. Antes das cobranças Doriva orou com a comissão técnica. Durante os chutes da marca penal, era possível ver vários jogadores orando. O goleiro Vágner levantava as mãos para o céu e agradecia quando o Santos perdia pênaltis, um foi na trave e ele defendeu um.
Imediatamente após a última cobrança, o repórter da Globo abriram os microfones para perguntar como o técnico se sentia.
Para surpresa de muitos, Doriva, que é um evangélico comprometido, deu um testemunho de fé, algo bem diferente do que geralmente os seus companheiros fazem. Ele foi direto “Toda a glória é do Senhor Jesus. É por Ele e para Ele todas as coisas na minha vida. Eu louvo a Ele por que Ele tem honrado o trabalho das minhas mãos. Ele está acima de tudo. É honra de Deus sobre a Terra. Quem der crédito a Palavra de Deus recebe bênçãos sobre a Terra. Eu louvo a Deus por isso”.

GP
Leia mais...

Campanha de Israel para atrair de volta israelenses que vivem nos EUA irrita judeus americanos

0 comentários
Uma campanha publicitária do governo de Israel para convencer expatriados israelenses a deixar os Estados Unidos e retornar para as suas casas em cidades como Jerusalém e Tel Aviv irritou a comunidade judaica americana. Depois de protestos, o premiê Benjamin Netanyahu ordenou a suspensão imediata dos comerciais.
“Apesar de entendermos a lógica por trás do governo israelense em tentar convencer seus cidadãos vivendo nos EUA a voltar para Israel, estamos preocupados porque algumas pessoas podem se sentir ofendidas pela forma como os vídeos descrevem os judeus americanos”, disse Abraham Foxman, diretor-executivo da Liga Anti-Difamação, considerada a principal organização de combate ao anti-semitismo e preconceito no país.
Três vídeos fazem parte da campanha, que também utiliza outdoors em cidades como Nova York, Los Angeles e Boston. No primeiro deles, um menino chama o pai que está que está dormindo no sofá com uma revista The Economist no colo. “Daddy”, repete seguidas vezes a criança, de uns quatro anos. Apenas depois de mudar para “Abba” (“papai” em hebraico), o pai acorda. De acordo com o comercial, o pai pode manter a identidade israelense, mas o filho a perderá com o tempo e será americano.
Um segundo vídeo mostra uma conversa por vídeo conferência dos avós em Israel com a neta nos Estados Unidos. Os dois estão com o candelabro do Hanukkah, uma festividade judaica de oito dias que cai normalmente em alguma data entre o fim de novembro e de dezembro, e perguntam para a menina qual feriado ela está celebrando. A criança responde que é o Natal, deixando os avós de cara fechada.
Para completar, um terceiro vídeo mostra um casal jovem voltando para a casa em Nova York. Israelense, a menina fica em silêncio ao entrar no computador e observar o dia em memória dos soldados israelenses mortos defendendo o país. O namorado, judeu americano, continua falando sem entender o que está acontecendo. Segundo o Jewish Channel, em Nova York, em crítica à campanha publicitária, “o objetivo é dizer que israelenses perdem a identidade ao se casarem com judeus americanos”.
Diante da crise nas relações públicas envolvendo a comunidade judaica dos EUA, o embaixador de Israel em Washington, Michael Oren, divulgou comunicado informando que Netanyahu desconhecia a campanha publicitária. “O Ministério da Imigração não levou em consideração a sensibilidade dos judeus americanos e lamentamos a ofensa que tenha causado. O premiê valoriza a comunidade judaica americana e tem o compromisso de estreitar a relação entre os dois países”, afirmou.
Netanyahu, que estudou nos EUA e fala inglês fluentemente, sempre buscou apoio da comunidade judaica americana para os interesses de Israel. Durante a Assembleia Geral da ONU, fez campanha para eles se posicionarem contra o reconhecimento da Palestina como Estado membro das Nações Unidas.
Segundo o censo dos EUA, a população israelense no país cresceu 30% entre 2000 e 2010 e hoje é de 140 mil. O Consulado de Israel em Nova York estima um número quatro vezes maior de cidadãos do país vivendo no território americano. Este processo é chamado de Yerida, ou emigração, e seria o inverso da Aliyah (imigração de judeus para Israel).

Guga Chacra - Estadão
Leia mais...

Estados Unidos estariam irritados com Israel por posição pró-Rússia

0 comentários
Jornal israelense informou que a Casa Branca pressiona o governo israelense.
O jornal israelense Haaretz (A Terra) informou no final de semana que o governo daquele país vem sendo pressionado pela Casa Branca por ter se posicionado a favor da Rússia nas questões que envolvem a Ucrânia e, particularmente, a Crimeia. O mesmo veículo publicou que os Estados Unidos sentem avaliados por Israel no mesmo nível da Federação Russa. Para o governo norte-americano, os israelenses deveriam considerar melhor a ajuda e o apoio que tem recebido, ao longo dos anos, dos Estados Unidos.
O governo de Israel não comentou as informações, mas um porta-voz do Ministério do Exterior informou, sob a condição de não ter a sua identidade revelada, que os Estados Unidos se irritaram com Israel pelo fato do seu embaixador não estar presente à sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas que examinou a integração da Crimeia à Federação Russa.

Diário da Rússia
Leia mais...

Com medo de antissemitismo, mais e mais judeus franceses estão emigrando para Israel

0 comentários
Muitos devem ter se lembrado do tratamento dado aos judeus sob o Terceiro Reich. Logo após o ataque a uma escola judaica na segunda-feira em Toulouse, no sul da França, os diretores de escola da cidade foram de classe em classe e pediram aos alunos judeus que se apresentassem. “Nós pedimos que vocês deixem a classe e se juntem às outras crianças judias, que estão em um local trancado e seguro.”
A intenção era de preocupação, em resposta a um pedido da comunidade judaica. Mas também destaca o grau com que muitos judeus na França se sentem ameaçados e uma minoria cada vez mais excluída. Todo ano, esses sentimentos levam milhares a tomar uma decisão drástica, a de empacotar seus pertences e se mudar para uma zona de crise: Israel. Eles se sentem mais seguros lá.
Há cinco anos, Linda se mudou de Paris para o Canadá, e de lá para a cidade portuária israelense de Ashdod. Há uma semana, ela, seu marido e seus dois filhos enfrentaram uma chuva de foguetes da Faixa de Gaza. Todavia, Linda, que não quis ser identificada pelo sobrenome, está feliz por não estar morando mais na França. “É mais seguro aqui do que na França”.
“O antissemitismo se tornou insuportável lá”, ela diz. “As crianças são molestadas a caminho da escola por serem judias.” Ela acrescenta que também foi molestada no meio da Champs Élysées em Paris. “Eu estava usando um colar com a Estrela de Davi”, lembra. “Uma pessoa então trombou comigo. Eu disse: ‘Você deveria se desculpar!’ Tudo o que ele disse é que não pedia desculpas a judeus.”
Segundo o Ministério Israelense de Absorção de Imigrantes, cerca de 2 mil judeus franceses atualmente se mudam para Israel por ano e, no total, 100 mil já se mudaram. O governo israelense fica feliz em receber os recém-chegados, que geralmente são abastados e altamente qualificados. Em 2004, o pedido do então primeiro-ministro Ariel Sharon para que os judeus franceses emigrassem provocou ultraje em Paris e levou a um esfriamento das relações entre os dois países. Mas a onda de imigração permanece inalterada.

Temor com o futuro
“Ainda não é uma fuga em massa do antissemitismo”, disse Avi Zana, diretor da Ami, uma organização que fornece assistência aos judeus franceses recém-chegados, para a “Spiegel Online”. Segundo Zana, os judeus também estão imigrando por motivos religiosos ou para encontrar uma noiva judia. Todavia, diante da situação precária na França, diz Zana, muitos concluíram que “o futuro das crianças judias não é mais seguro lá”. Segundo um estudo de 2004, um entre quatro dos 500 mil judeus da França está considerando emigrar para Israel por medo do antissemitismo.
Esse temor cresceu em 2006, depois de um caso de grande repercussão, no qual uma gangue cujos membros tinham crenças antissemitas manteve Ilan Halimi, 24, cativo por três semanas, período durante o qual foi torturado, resultando em sua morte. Após o incidente, os números de imigração da França subiram cerca de 50%.
Daniel Ben-Simon, membro do Parlamento israelense, o Knesset, examinou o fenômeno da emigração judaica em seu livro “French Bite”. “Os judeus na França temem o dia em que os muçulmanos se tornarão um fator determinante na política doméstica francesa”, disse Ben-Simon à “Spiegel Online”. “Eles temem que o país não será mais seguro para eles à essa altura.”
Mesmo hoje já ocorrem “centenas de incidentes antissemitas” por ano, cometidos principalmente por imigrantes árabes, diz Zana. “Isso cria muita pressão. Por quanto tempo as comunidades judaicas poderão se proteger de ataques com câmeras de vigilância?”

Clima ameaçador
O corretor imobiliário de Tel Aviv, Yitzhak Touitou, confirma essa tendência. “Aproximadamente um terço dos meus clientes é de judeus da França”, diz Touitou. E não são apenas os muito ricos que estão comprando um segundo lar em Israel. “Todo judeu francês que pode vir com algum dinheiro está comprando um apartamento aqui”, diz Touitou.
Ben-Simon estima que “quase um entre dois judeus franceses tem uma residência em Israel. É uma espécie de apólice de seguro, caso a situação na França fique ainda pior”.
Touitou escuta histórias de arrepiar contadas por seus clientes quando ele está mostrando imóveis. “O clima na França está se tornando muito ameaçador”, ele explica. “As pessoas não usam mais o quipá quando saem em público. Elas têm medo de serem molestadas.”
Houve uma trágica ironia nas mortes em Toulouse, diz Touitou, cuja sogra é casada com o fundador da escola Ozar Hatorah, onde ocorreram as mortes. “Eu conhecia o professor que foi morto”, ele explica. “Ele morou até recentemente aqui em Israel. Eles demoraram para conseguir persuadi-lo a ir para Toulouse para lecionar hebraico e religião lá. E então ele parte do problemático Oriente Médio e é assassinado na França, juntamente com duas crianças.”
Em resposta ao ataque, o vice-primeiro-ministro Silvan Shalom convidou, assim como Sharon em 2004, os judeus da França a se mudarem para Israel, mas desta vez ele fez o apelo em termos mais cautelosos. Todavia, diz Ben-Simon, o convite israelense pode ser bem-sucedido. “Se for revelado que o incidente visava deliberadamente os judeus, Israel pode esperar por uma onda de judeus franceses fugindo do país.”

Der Spiegel via LADEM
Leia mais...

Escola proíbe verso da Bíblia em cartão de Dia dos Namorados

0 comentários
O casal Donald e Ellen Abramo entrou com um processo contra a Nazareth Area School District.
Uma escola dos EUA causou controvérsia ao entrar em uma batalha judicial com os pais de um aluno que foi proibido de distribuir cartões de Valentine's Day, o Dia dos Namorados norte-americano. De acordo com as informações, os cartões foram vetados por conter mensagens religiosas.
O casal Donald e Ellen Abramo entrou com um processo contra a Nazareth Area School District, escola localizada na cidade de Northampton County, ao alegar que foram violados os direitos constitucionais de liberdade de expressão do jovem, identificado como "JA".
O cartão fazia menção a São Valentim, o santo homenageado no Valentine's Day, além de uma referência ao verso da Bíblia de João 3:16. No instante que viu as notas, professora de JA passou a recolhe-las uma por uma, dizendo que mensagens religiosas não podiam ser distribuídas nas imediações da escola.
O mais curioso do caso é que o irmão do estudante conseguiu distribuir os mesmos cartões em sua sala para alunos mais novos. Entretanto, o garoto não foi repreendido por conta de um deslize de sua professora, que não percebeu o conteúdo religioso.
Para se defender, a família Abramo recebe apoio do órgão cristão Aliança em Defesa da Liberdade, que está solicitando que o distrito escolar altere sua política para permitir a distribuição de materiais religiosos durante o tempo de atividade em classe.
Como argumento, o grupo também questiona o fato da escola liberar demais referências em outros cartões, como é o caso de imagens de soldados de Star Wars com armas ou figuras de crânios, que não foram censuradas.
"Ficamos incomodados quando vemos todas as outras coisas recebendo permissão e então, aqui está uma mensagem sobre namorados com a citação de um versículo da Bíblia, se tornando o único retirado de cena e censurado", afirmou Matt Sharp, advogado da Aliança em Defesa da Liberdade.

CP

Leia mais...

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Jogador Cristão é punido por exibir mensagem cristã por marcar um gol

0 comentários
Jogador Cristão é punido por exibir mensagem cristã por marcar um gol. O jogador de futebol Jorge Benitez, atacante do Guarani, do Paraguai, foi punido recentemente de ficar sem jogar cinco jogos e multa no valor de três salários por mostrar uma mensagem cristã em sua camiseta após marcar um gol em um jogo contra o Cerro Porteño pelo campeonato paraguaio.
A punição se deu porque, após marcar o primeiro gol da vitória por 3 a 0 do Guarani contra o Cerro Porteño no dia 30 de março, o jogador levantou sua camisa de uniforme para exibir a camiseta que vestia por baixo, e trazia a mensagem “Dios es la escalera al éxito” (“Deus é a escada para o sucesso”, em tradução livre).
A punição de Benitez foi estipulada pelo Tribunal Disciplinar, após ser analisado o relatório feito pelo árbitro da partida, Mario Diaz de Viva.
Segundo o informe do Tribunal, a punição ao jogador tem como base as disposições do artigo 78 do Código Disciplinar da Associação Paraguaia de Futebol. Assim sendo, ele foi punido com pena de cinco jogos de suspensão e deverá pagar uma multa de 1.215 dólares, o que equivale a três salários mínimos de (1.820.000 Gs ou 405 dólares cada).
Ao comentar sobre o caso, o jogador afirmou que aquela já era a quarta partida em que mostrava uma mensagem religiosa após marcar um gol, e que nunca havia sido nem mesmo advertido que não poderia fazê-lo. Ele diz também que desconhecia o fato de que a FIFA rejeita tais demonstrações religiosas durante as partidas.
O advogado do Guarani, Hugo Bogado, entrou com pedido de suspensão da punição na sexta-feira (11) e o atacante poderá participar da próxima partida do time. A punição dada ao jogador será analisada pela APF (Associação Paraguaia de Futebol) na próxima semana.

AC
Leia mais...

sábado, 12 de abril de 2014

Encontrado o corpo do pastor que se afogou no Rio Descoberto

0 comentários
Segundo o Grupamento de Busca e Savalmento, o religioso estava a 1km de distância da barragem.
Após quatro dias de busca, o corpo do pastor Almir de Carvalho, 52 anos - levado pela correnteza do Rio Descoberto, próximo à divisa do Distrito Federal com Goiás - enquanto se preparava para fazer batismo de fiéis, foi encontrado por volta das 10h desta quinta-feira (9), às margens da barragem.
A informação foi confirmada pelo Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.
Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, os mergulhadores faziam a busca no local quando encontraram o corpo do religioso a um quilômetro de distância da barragem.
No sábado (5), o pastor Almir Carvalho, que não sabia nadar, entrou na água para conhecer a profundidade do rio, quando foi arrastado pela força da água. Desde então, homens do Corpo de Bombeiros faziam buscas no local.
Entenda o caso.

R7
Leia mais...

Igreja Presbiteriana do Brasil distribui bíblias gratuitamente

0 comentários
Projeto começou no final do ano passado e recebe o nome de “Bíblia Sagrada, o melhor presente”.
A Igreja Presbiteriana do Brasil de Votuporanga iniciou no final do ano passado o projeto “Bíblia Sagrada, o melhor presente”, executado com a colaboração de fiéis, voluntários e com recursos de doações. A intenção é entregar 30 mil bíblias em todas as casas da cidade até o final de 2014. No sábado, dia 12, os membros da igreja vão se reunir das 9h às 11h para fazer a distribuição.
De acordo com o pastor Paulo Henrique Sales Lima, no final do ano, o projeto focou o Natal e, agora, a Páscoa. “A nossa intenção é presentear toda família votuporanguense com um exemplar, porque acredito que a palavra de Deus seja um instrumento que pode fazer a diferença em uma residência. O ensino da bíblia pode mudar vidas”, disse.
No Natal, foram entregues 4.500 bíblias, mais 800 em Parisi, atendendo a todas as casas do município vizinho. Agora, no sábado, dia 12, mais 3 mil unidades serão distribuídas em Votuporanga.
Foi realizado um mapeamento da cidade e, inclusive, o comércio foi presenteado na primeira etapa de doações.
Para comprar as unidades, a igreja recebe colaborações de R$2,50, o preço cobrado pela Sociedade Bíblica do Brasil por cada exemplar.
Todo votuporanguense pode ajudar.
“Oferecemos uma bíblia completa, que é elaborada pela Sociedade Bíblica do Brasil justamente para este tipo de ação que estamos realizando”, ressaltou o pastor.
O líder destacou ainda que é grande o envolvimento dos fiéis neste trabalho, tanto nas doações para a compra das unidades, quanto na organização para as entregas. Pastor Paulo reforçou que a intenção não é divulgar o nome da igreja, mas mostrar a palavra de Deus. Ele contou também que a repercussão do trabalho é 100% positiva e que a população tem aprovado a iniciativa.
Pastor Paulo disse que a Presbiteriana está aberta a receber a colaboração de mais igrejas da cidade, basta entrar em contato.
Para mais informações, a Igreja Presbiteriana do Brasil de Votuporanga localiza-se na rua Pernambuco, 3488, Centro, telefone: 3421-7134.

A Cidade
Leia mais...

Ossada humana é encontrada em carro de pastor de Aperibé, no RJ

0 comentários
Depois de um acidente de carro, polícia encontrou ossos em uma panela.
Pastor contou que foi a Campos buscar um despacho.
Um caso curioso chamou a atenção da Polícia Civil de São Fidélis, no Norte Fluminense, na tarde desta quinta-feira (10). Um pastor evangélico da cidade de Aperibé, no Noroeste Fluminense, sofreu um acidente na RJ-158, entre Campos dos Goytacazes e São Fidélise no veículo foi encontrada uma panela de barro com parte de uma ossada humana. O pastor chegou a dispensar o material à beira da estrada.
O material foi recolhido e será encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Campos, para avaliação. O pastor contou ao inspetor de polícia Elian Antunes, que foi até a cidade de Campos buscar um despacho que alguém teria feito à um fiel da igreja que ele dirige. O pastor, de 29 anos, foi liberado e a Polícia Civil irá aguardar o resultado dos exames realizados no IML.

G1
Leia mais...

Moscou ganhará o maior parque temático sobre religiões do mundo

0 comentários
Espaço de 250 hectares terá prédio com 180 metros de altura.
A região de Moscou ganhará, em 10 anos, o primeiro parque temático dedicado a todas as religiões. Segundo representantes da empresa responsável pela construção, Crystal Protection, o espaço ocupará uma área de 250 hectares, na qual será construído um prédio com 180 metros de altura, simbolizando a Árvore da Vida. No interior, haverá museus, salão para congressos, bibliotecas físicas e digitais, lugares para defesa ecológica e ambiental, área de exposições sobre pesquisa espacial, e de alimentação e lazer.
A Crystal Protection informou ainda que o parque temático sobre religiões na Rússia será o maior do gênero em todo o mundo.

Diário da Rússia
Leia mais...

Pastor revela que bebida alcoólica tem caminho certo para ser consumida por cristãos

0 comentários
O pastor Kenny Luck indica que a Bíblia não proíbe o álcool, mas orienta sobre o uso adequado.
Ao descrever sobre o modo como a igreja e a Bíblia compreendem o consumo do álcool, o pastor Kenny Luck, do ministério Every Man e da igreja Saddleback Church, trouxe à tona algumas novas maneiras de olhar para quem bebe e o quanto bebe.
Luck analisa que a bebida está presente em diversos âmbitos sociais de nossa vida há muitos anos, visto que a própria Bíblia fala de quando Jesus transformou a água em vinho, o que leva a crer que "há um lugar para o álcool na sociedade", resume.
E diante da sensação agradável que a bebida alcoólica pode deixar, ao relaxar pessoas ou integrar eventos sociais, o religioso alerta sobre a importância da moderação, relatando sobre as milhares de pessoas que morrem em função do uso excessivo do álcool nos EUA, e os milhões que vão parar em consultórios médicos.
Com situações tão controversas, Luck indica que a bebida não precisa ser necessariamente descartada, ou que a Bíblia impeça de consumi-la. Entretanto, ele afirma que "Deus está preocupado com sua cria, e beber pode ser uma forma Dele testá-lo", e por isso é necessário seguir algumas diretrizes para consumir álcool.
Na sequência, ele consta que "beber é sobre ter controle", já que há um limite para o consumo do álcool, principalmente para não deixar o espírito se perder. Luck indica que a Bíblia não proíbe o consumo de álcool, mas ressalta a importância de ter um "espírito sóbrio" que mantenha o controle do corpo diante das coisas de Deus.
Por fim, em um terceiro ponto, ele crava que "beber é sobre ter caráter". O pastor aconselha que a bebida não deve ser usada para escapar de problemas, aumentar a coragem ou ajudar com a honestidade, pois para isso Deus está presente, com um propósito para nossas vidas, guiando nossos corações.

CP
Leia mais...

O ator Mickey Rooney, falecido recentemente, viu um anjo em encontro que o levou à fé cristã

0 comentários
O ator Mickey Rooney, um dos últimos sobreviventes da era clássica de Hollywood, faleceu no dia 6 de Abril, de causas naturais aos 93 anos.
O ator Mickey Rooney faleceu no dia 6 de abril de 2014.
O premiado ator se tornou a maior estrela de sua época, ainda bem jovem, quando ele interpretou o personagem Andy Hardy, em 1937.
Filho de atores de teatro de revista, sua carreira começou bem cedo. Um dia, no intervalo do almoço, quando ele filmava os filmes da série “Mickey McGuire”, o ator que tinha apenas 5 anos, entrou em um escritório nos estúdios da Warner Bros e se apresentou ao então cartunista Walt Disney.
“Venha cá e sente no meu colo”, Disney disse ao garoto. Com Rooney no seu colo, Walt mostrou o desenho de um rato que ele havia feito. “É um rato bonito Sr. Disney”, disse o menino empolgado.
“Com certeza, Mickey", ele disse e então parou por um momento. “Mickey, Mickey...” disse ele com um brilho no olhar. “Diga-me uma coisa, gostaria que eu desse o seu nome para ele”?
“Gostaria sim, certamente, mas agora preciso comer um sanduíche de atum”, respondeu Rooney descendo do colo de Disney.
“É uma história real”, disse Rooney em uma entrevista de 1995.
Infelizmente, sua vida pessoal era turbulenta, seus oito casamentos viraram material de piada para comediantes. Mas os desafios que ele superou – incluindo um recente caso de maus tratos – fez com que ele desenvolvesse uma sabedoria incomum ao longo do tempo, conforme conta o jornalista Mark Ellis no blog God Reports.
Depois da morte de sua mãe e da sua quinta esposa em 1966, ele enfrentava problemas financeiros e de drogas. E nesse fundo de poço, Rooney teve um encontro inusitado, que ele afirma ter mudado sua vida, de acordo com a mesma entrevista.
Durante o café da manhã, na lanchonete do cassino Lake Tahoe, Rooney foi cumprimentado por um garoto “com cachos loiros, pele rosada e dentes brilhantes”, lembra.
Quando o garoto o chamou, ele imaginava que se tratava de algum telefonema. O menino porém, se curvou na sua direção e disse “Sr. Rooney, Jesus Cristo te ama muito”, e então sumiu.
Quando Mickey perguntou pelo mocinho ao gerente do local, ele ouviu que ninguém com aquela descrição trabalhava ali. O ator acredita ele foi visitado por um anjo.
Apesar de Rooney ter se inclinado para a Igreja da Ciência Religiosa – considerada por muitos evangélicos uma seita – nos anos 90 o ator proclamava uma fé bem ortodoxa, centrada em Jesus Cristo como seu Salvador.
Em 1995, Rooney foi descrito como um “cristão incontido”.
“Eu entreguei minha vida para Deus”, ele disse, “e eu tento fazer a coisa certa, mas inevitável e infelizmente, faço a coisa errada. Meu problema é que eu sou humano”.
O seu filho mais velho, Mickey Jr, é um cristão renascido e atua no ministério. É possível que pela influência do filho, Rooney encontrou a Verdade.
“Vocês deveriam levar seus filhos à igreja e ensinar a eles sobre Cristo e Deus, que faz o sol e a lua brilharem e nos dá tantas bênçãos”, disse Rooney em 2011.
“Eu falei no Congresso e no Senado sobre maus tratos a idosos. Ninguém foi mais maltratado do que Jesus Cristo”, afirmou.
“Se você seguir com Deus e com Jesus como seu Salvador pessoal, e entregar os seus problemas e tudo o mais a Ele, tudo vai dar certo”, conclui.

CP
Leia mais...

Casal cristão condenado à morte por alegada blasfémia

0 comentários
A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) revela que os advogados de Shafqat Emmanuel e Shagufta Kasuar, o casal de cristãos condenados à morte por blasfémia, recorreram da sentença para o supremo tribunal de justiça.
Os dois cidadãos paquistaneses foram condenados depois de no passado dia 4 de abril, terem sido acusados de blasfémia devido a uma alegada mensagem enviada através do telemóvel.
Segundo a ONG “World Vision in Progress”, citada pela agência de notícias Fides, “os advogados de Shafgat e Kasuar, têm sido ameaçados como tentativa de pressão para desistirem deste caso”.
“Até mesmo o juiz que proferiu a sentença de primeira instância foi vítima de pressões e ameaças de extremistas islâmicos”, afirmou Farrukh H. Saif, diretor executivo desta ONG que está a acompanhar este caso e a garantir a assistência legal ao casal, em prisão desde julho do ano passado, assim como o apoio económico para os seus 4 filhos.
A AIS recorda este caso que está a mobilizar a opinião pública internacional, por ser “cada vez mais recorrente o uso de falsas acusações de blasfémia como meio para se atacar a minoritária comunidade cristã”.
Shafqat Emmanuel e Shagufta Kasuar são analfabetos e não foi feita qualquer prova de que a acusação é verdadeira, sendo que “o telemóvel que teria servido para o envio da referida mensagem estava dado como perdido há algum tempo, não tendo sido possível, por isso, a sua utilização por nenhum dos elementos do casal quando alegadamente a mensagem teria sido escrito”.
A ONG “World Vision in Progress” pede à comunidade internacional “para se manifestar contra esta injustiça”, assegurando que se vai fazer tudo o que for “possível” para a defesa e libertação deste casal cristão, sendo que é preciso sempre confiar “na providência de Deus".

Ecclesia
Leia mais...

Rio terá espaço oficial para religiões afro-brasileiras

0 comentários
O Rio deve ganhar o primeiro espaço oficial destinado à prática das religiões afro-brasileiras e com preocupação ambiental. Será na Avenida Edson Passos, no Alto da Boa Vista, dentro do Parque Nacional da Tijuca, uma área bastante usada por umbandistas e candomblecistas para a colocação de oferendas em culto aos orixás. Eles sofrem críticas porque os trabalhos podem poluir a floresta e provocar incêndios.
O projeto executivo do Espaço Sagrado da Curva do S ainda está sendo desenvolvido e, por isso, os custos não foram mensurados. Mas na quinta-feira, 10, o secretário Carlos Portinho participou de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio e, diante de diversos representantes de grupos religiosos, garantiu o andamento do projeto.
Portinho não sabe precisar quando seria a inauguração, pois o Fundo da Mata Atlântica, que reúne recursos de compensações ambientais depositados por empresas e que iria bancar a construção, ainda terá de aprová-lo. Os religiosos estavam apreensivos porque o secretário anterior, Índio da Costa, do qual Portinho era sub, titubeou, por pressão de parlamentares evangélicos. "O Índio me disse que iria suspender o projeto porque dois deputados evangélicos de seu partido não entendiam como dinheiro público podia ser usado para fazer um 'macumbódromo'", relatou o deputado Carlos Minc, antecessor na pasta e criador do projeto. Foi Minc, na condição de presidente da comissão da Alerj de combate às discriminações e preconceitos de cor, raça e etnia e procedência nacional, quem convocou a audiência.
Ele está elaborando um projeto de lei que prevê a implantação de outros espaços sagrados em parques do Rio.
"Eu expliquei ao secretário que 'macumbódromo' é um termo pejorativo que só reforça o estigma, e que o dinheiro não é público, e sim oriundo de compensações ambientais. A ideia é dar liberdade, conforto e segurança às pessoas e proteger a floresta. Não é um gueto. Esse espaço consta do plano de manejo do parque há 14 anos." "Foi criada uma polêmica como se fôssemos cancelar o projeto, mas isso não aconteceu. Qualquer projeto de viés ambiental, seja de que grupo for, é de interesse da secretaria", assegura Portinho. A ideia é que o espaço sirva a dois propósitos: o enfrentamento da intolerância religiosa e a conservação da Mata Atlântica.
Pela maquete baseada na proposta inicial, a área teria por volta de dez mil metros quadrados e estruturas ao redor das árvores e margens dos rios, para que os rituais não poluam a área, além de coletores de resíduos religiosos. Os frequentadores serão orientados a usar materiais biodegradáveis nas oferendas, como folhas de bananeira e cuias de coco no lugar dos recipientes de barro, vidro e louça, a não abandonar alimentos na mata e a não acender velas, que podem dar início a queimadas. Uma sinalização especial mostrará recantos indicados para cada orixá, conforme sua relação com os quatro elementos da natureza.
"Esse espaço pode virar referência no Brasil. O fundamentalismo religioso e ecológico não compreende essa cultura, que vive da harmonia com a natureza. O mato, as folhas, as águas, as árvores, tudo isso é sagrado para nós, muito antes de a ecologia falar disso. Tem religião que usa cachoeira para batismos e ninguém fala nada", esclarece o babalaô Ivanir dos Santos.
"Tem muita sujeira, sim, gente que vai nas lojas e deixa trabalhos na floresta sem entender o que está fazendo. Colocam vidros de perfume, garrafas, alimentos que provocam doenças", diz Graça Nascimento, coordenadora do Movimento Inter-religioso do Rio. "Os orixás querem água limpa, ambiente saudável. As casas de umbanda e candomblé trabalham o cuidado com a natureza há muitos anos."

AE via Diário do Grande ABC
Leia mais...

Igreja evangélica é notificada a reduzir volume durante culto

0 comentários
Promotora Roberta Sanches recebeu denúncias de que os vizinhos se sentem perturbados, em Tabaporã.
O Ministério Público de Mato Grosso, por meio da promotora Roberta Cheregati Sanches, que atua em Tabaporã (643 km ao Norte de Cuiabá), notificou a sede municipal da Igreja Universal do Reino de Deus – Jesus Cristo é Amor a não causar ruídos excessivos durante os cultos e, se necessário, promover o isolamento acústico do prédio utilizado para as reuniões.
A recomendação, publicada no dia 3 de março, foi motivada por denúncias de que a igreja estaria a causar perturbação aos vizinhos das proximidades, com a manifestação de “sons e vozes excessivas para a realização das celebrações”.
Segundo a promotora, a Constituição Federal garante o livre exercício dos cultos religiosos, mas, tal preceito não autoriza a poluição sonora, “nem dentro dos templos nem fora dos mesmos”.
“Para que a coletividade possa gozar do status de ter um direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, certo é que as pessoas não podem estar sujeitas a qualquer tipo de poluição sonora, posto que essa forma de poluição causa não somente incômodo insuportável como também desenvolve inúmeros sintomas prejudiciais à saúde”, relatou a promotora.
Com base em resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), Roberta Sanches explicou que o máximo de ruído permitido no período noturno, em áreas residenciais e centrais, é o de 60 decibéis, o que equivale a uma conversa entre duas pessoas em voz alta.
Caso a Igreja Universal não cumpra a recomendação, a promotora adiantou que deverá entrar com as medidas judiciais cabíveis.

Poluição sonora
A poluição sonora é crime ambiental previsto no artigo 54 da Lei n. 9605/98, cuja pena é de reclusão de até quatro anos.
Em caso de flagrante, além da prisão do infrator os equipamentos de som são apreendidos para posterior venda.

MidiaJur via MidiaNews
Leia mais...

Bono Vox: "Cristo é o meu modo de entender Deus"; assista

0 comentários
O vocalista do U2 confessa que reza para Cristo para compreender a vontade de Deus.
"A pessoa de Cristo é o meu modo de entender a Deus", declarou o cantor Bono Vox, líder da banda irlandesa U2, em entrevista ao canal de televisão nacional da Irlanda, RTE. Na entrevista, Bono falou sobre a sua relação com a religião.
O cantor explicou que recorre à bíblia "para ver a verdade poética e os fatos históricos" que ela envolve e ensina, principalmente Cristo.
"Eu rezo para conhecer a vontade de Deus", acrescentou. "Oramos com os nossos filhos, lemos as escrituras... Não é uma coisa regular. Às vezes, vamos à igreja aos domingos. Normalmente, oramos pelas pessoas que conhecemos e que estão lutando contra alguma dificuldade, contra doenças...".
Para Bono, "a pergunta fundamental para o cristão" é "Quem é Cristo?".
"Eu acho que não podemos responder dizendo apenas que ele é ‘um grande pensador’ ou ‘um grande filósofo’. Ele dizia que era o Messias e foi crucificado. Ele foi crucificado porque dizia que era o Filho de Deus. Do meu ponto de vista, ou ele era mesmo o Filho de Deus ou era louco".
"Acho difícil aceitar que milhões e milhões de vidas, metade do mundo, durante dois mil anos tenham se sentido tocadas, tenham sentido a própria vida tocada e inspirada por um louco. Eu não acredito nisso", acrescentou.
Bono acredita que Jesus era realmente Deus, que ressuscitou dos mortos e que as suas promessas serão cumpridas.


Aleteia
Leia mais...

quinta-feira, 10 de abril de 2014

«A Morte esqueceu-se de mim», diz indiano de 179 anos

0 comentários
Um sapateiro reformado da Índia alega ter nascido em Janeiro de 1835, o que faz de Mahashta Mûrasi não só o ser humano mais velho do mundo, mas também o homem que mais anos viveu na História, de acordo com o Guinness World Records.
As autoridades indianas avançaram que o homem nasceu numa casa em Bangalore no dia 6 de Janeiro de 1835. A partir de 1903 passou a viver em Varanasi.
Trabalhou nessa cidade até 1957, altura em que se aposentou... aos 122 anos.
«Estou vivo há tanto tempo que os meus bisnetos já morreram há anos», explicou Mûrasi. «De algum modo, a Morte esqueceu-se de mim. E agora já não tenho esperança. Ao olhar para as estatísticas, ninguém morre com mais de 150 anos, muito menos com mais de 170. Neste ponto acho que sou imortal ou algo assim», considerou, citado pela imprensa internacional.
Segundo o WorldNewsDailyReport.com, todos os documentos de identificação do homem confirmam a sua versão, mas até ao momento, nenhum exame médico confirmou a veracidade da sua alegação. O último profissional de saúde que Mûrasi visitou morreu em 1971, de modo que são escassas as informações sobre o seu historial médico.

DD
Leia mais...

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Ministério Público investiga uso de igrejas para lavagem de dinheiro

0 comentários
Tem igreja evangélica que, além de tentar levar crentes ao paraíso celeste, também operam ações para levar doleiros a paraísos fiscais. Ministérios Públicos investigam esses templos usados para lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e sonegação fiscal.
O artigo 150 da Constituição federal estabelece imunidade fiscal a templos de qualquer culto. União, Estados, Distrito Federal e municípios não podem, pois, cobrar tributos sobre o patrimônio, renda e serviços das igrejas.
Essa condição tornou-se um expediente eficaz para igrejas abrigarem recursos de procedência criminosa, sonegar impostos e dissimular enriquecimento ilícito. "É impossível auditar as doações dos fiéis. E isso é ideal para quem precisa camuflar o aumento da sua renda, escapar da tributação e lavar dinheiro do crime organizado", disse o desembargador fiscal Fausto Martin ao repórter André Guilherme Vieira, do jornal Valor Econômico.
O procurador da República em São Paulo, Sílvio Luis Martins de Oliveira, assinalou que é preciso refinar a fiscalização sobre atividades financeiras de entidades religiosas. "Eu acho que se a igreja cumpre um papel social, tudo bem quanto ao tratamento fiscal diferenciado. Mas quando começa a virar empresa de telecomunicações, fazer doações a políticos, aí é preciso refrear", definiu.
A bancada evangélica, que soma 73 parlamentares eleitos em 2010, defende a manutenção da isenção fiscal a entidades religiosas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, o Brasil tem 55.166 organizações religiosas em atividade em 2014. Elas crescem ano a ano: eram 46.010 em 2012 e passaram para 54.402 em 2013.

ALC
Leia mais...

Pastor é arrastado por correnteza durante batizado

0 comentários
Um pastor de uma igreja evangélica foi arrastado pela correnteza de um rio no Distrito Federal na manhã deste sábado (5) quando batizaria um grupo de fiéis. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros procuram o corpo do religioso, identificado como Almir Marques de Carvalho, de 52 anos.
O acidente ocorreu no Rio Descoberto, próximo à divisa do DF com Goiás. O trecho do rio onde o pastor desapareceu tem cerca de 30 metros de largura de uma margem à outra. A correnteza no local é forte e há várias pedras submersas e vegetação nas margens.
O local é sinalizado com placas alertando banhistas para o risco de afogamento. Apesar disso, há vários registros de acidentes no local, disse o major Silva Neto, do Corpo de Bombeiros.
O major informou que Carvalho fazia parte da Igreja Poço de Água Viva, de Ceilândia. Ele se preparava para batizar um grupo de cerca de dez pessoas quando perdeu o equilíbrio na água e caiu. Um fiel ainda tentou segurá-lo, mas o pastor foi levado pela correnteza e desapareceu na água.
No início da tarde, mergulhadores vasculhavam a vegetação nas margens do rio à procura do corpo do pastor. A equipe de buscas era composta por 37 homens dos Bombeiros. Em terra, as buscas são feitas com cães farejadores. Um helicóptero também foi usado na tentativa de localizar o corpo do pastor.
Até as 18h, quando as buscas deveriam ser encerradas por causa da falta de luz natural, os bombeiros não haviam localizado o corpo.

Acidente
A equipe do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência sofreu um acidente quando se deslocava para o local. Um carro em alta velocidade bateu na traseira do veículo dos Bombeiros. Ninguém ficou ferido.

G1
Leia mais...

Ex-pastor excluído da igreja deve desocupar templo

0 comentários
Um ex-pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil terá de desocupar um imóvel da instituição em Cachoeirinha (RS). Por unanimidade, a Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que determinou a desocupação do templo e a reintegração de posse à igreja.
A disputa começou em 2005, quando a igreja ajuizou ação de reintegração de posse contra o pastor Mário Cezar Reis da Silveira, sustentando que foi esbulhada em sua posse quando o réu, mesmo após sua exclusão dos quadros de obreiros, manteve-se no templo e fundou uma nova comunidade religiosa no local.
A Justiça gaúcha acolheu o pleito e reintegrou a posse do bem à Igreja. O pastor recorreu ao STJ, argumentando, entre outros pontos, que a legitimidade passiva para a causa é da Comunidade Evangélica de Cachoeirinha; que não houve notificação prévia para fins de configuração do esbulho, e que teria o direito de permanecer no imóvel por usucapião.

Ilícito possessório
Em seu voto, o relator da matéria, ministro Luis Felipe Salomão, analisou cada uma das alegações e concluiu pelo não provimento do recurso, mantendo integralmente a decisão das instâncias anteriores.
Segundo o relator, para a procedência do pedido de reintegração de posse devem ser comprovados os requisitos do artigo 927 do Código de Processo Civil: posse anterior, esbulho e perda da posse, fatos plenamente evidenciados nos autos do processo.
Para o ministro, o recorrente tinha ciência de que estava no bem, sem exercer posse, na condição de detentor, uma vez que exercia o controle sobre a coisa em nome de outrem, a que estava subordinado. “Por isso, a sua permanência no imóvel, após o pedido de desligamento e, principalmente, após a citação, deixou de ser mera detenção, passando a ser exercício possessório, porém injusto”, afirmou em seu voto.
Assim, de acordo com o relator, perdendo a condição de detentor e deixando de restituir o bem, exercendo a posse de forma contrária aos ditames do proprietário e possuidor originário, o pastor passou a cometer o ilícito possessório do esbulho, sobretudo ao privar a igreja do poder de fato sobre o imóvel, não havendo como afastar sua pertinência subjetiva para a causa.

Usucapião
Luis Felipe Salomão entendeu que, no caso julgado, a inexistência de interpelação prévia foi suprida pela própria citação no processo, o maior dos chamamentos do demandado para a causa. “O réu foi citado em 8 de setembro de 2005. Se tivesse a intenção de restituir o bem, já o teria feito. Nesse passo, mesmo inexistente formalmente a notificação por parte dos autores, a citação na presente ação, a meu juízo, supre tal questão”, disse o ministro.
Sobre o alegado direito de posse por usucapião, o relator ressaltou que o pastor solicitou seu desligamento do quadro geral de obreiros da igreja em 15 de julho de 2005, ficando afastada por completo qualquer pretensão de reconhecimento da usucapião extraordinária, haja vista a exigência de prazo mínimo de 15 anos para tanto.
Ressaltou, ainda, que não ficaram demonstrados o justo título e a boa-fé, o que derruba por completo qualquer suposição a respeito da tese defensiva. Seu voto foi acompanhado por todos os integrantes da Turma.

Tribunal de Justiça
Leia mais...

Tribunal mantém liminar contra Assembleia de Deus

0 comentários
Com decisão, a igreja fica impedida de construir ou manter a posse do imóvel.
A desembargadora Nilza Maria Pôssas, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), negou pedido de liminar da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Nova Aliança, para que ela pudesse permanecer em área pública, no Centro Político Administrativo.
A igreja ingressou com um agravo de instrumento contra uma liminar concedida pela Vara Especializada de Ação Civil Pública e Popular de Cuiabá, em ação, movida pelo Ministério Público Estadual, que visa à nulidade de ato administrativo da Secretaria de Estado de Administração, que permitiu a utilização privativa de terrenos públicos na região do Centro Político Administrativo.
Com a decisão da desembargadora, ficou mantida a liminar que proibiu qualquer edificação, benfeitoria ou qualquer outra utilização de área objeto do Termo de Permissão de Uso nº 27/GPI/CPM/SPS/SAD/2011, e autorizou-se a imediata retirada da permissionária, no caso Assembleia de Deus, se já estivesse estabelecida no imóvel.
No agravo, a igreja sustentou a ausência de fundamentação adequada e carência dos requisitos para a concessão da liminar. Pleiteou a suspensão da decisão liminar alegando que a manutenção poderia trazer “lesão grave e de difícil reparação”.
Na avaliação da desembargadora, ao contrário do defendido pela igreja, a decisão “está bem fundamentada e revela acuidade, conhecimento técnico/jurídico e zelo da julgadora que a prolatou”.
“Não vejo o risco de lesão grave e de difícil reparação e fundamentação relevante para suspender o cumprimento da decisão até o pronunciamento definitivo da turma ou câmara. Indefiro o efeito suspensivo requerido pela agravante”, decidiu no agravo.

Ações do MPE
Ao todo, o Ministério Público, por meio da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de Cuiabá, ajuizou 31 ações contra permissões concedidas pela Secretaria de Administração a igrejas, associações, sindicatos e lojas maçônicas. Os terrenos foram “doados” para construção de sedes administrativas das entidades.

Midia Jur
Leia mais...

Desafio no Facebook cria corrente que reúne os católicos aos evangélicos

0 comentários
Um desafio lançado no Facebook tem mobilizado muita gente a compartilhar trechos bíblicos na internet. O “Lançai a Palavra”, como foi nomeado, “invadiu” a rede social, ultrapassou a fronteira religiosa e, na prática, vem unindo católicos e evangélicos.
A maioria dos participantes é formada por jovens que entraram na “campanha” com o argumento de que a plataforma, utilizada para divulgar tantas bobeiras, também é “ferramenta para a propagação da palavra de Deus”.
A “corrente” é simples: Quem desafia escolhe alguns versículos para ler (o que sentir), grava um vídeo e convoca três amigos para fazer a mesma coisa. Se o desafiado não cumprir a missão em 24 horas, deve dar uma bíblia de presente a quem o desafiou.
Entre os evangélicos, a mania pegou, mas o curioso é que até os católicos entraram na onda. Uma prova de que a mensagem é mais importante que a placa da igreja. A farmacêutica Lizandra Ortiz Nepomuceno, 23 anos, de Dourados, é um das participantes.
Católica desde que nasceu, ela tem uma explicação na ponta da língua: “Deus é um só. Não importa a religião. É o mesmo para todos. Eu fui desafiada por uma amiga católica e vejo que vários amigos da minha comunidade estão fazendo o mesmo”.
Na internet, a jovem seguiu o mesmo modelo proposto, mas há católicos que, ao invés da bíblia, pediram um terço, como é o caso da estudante de jornalismo Ana Cristina da Cruz, de 18 anos, que foi desafiada por uma evangélica.
“Alguns amigos meus já haviam feito essa troca. Eu, por exemplo, conheci o Lançai a Palavra devido amigos que estavam desafiando outros a darem o terço caso não gravassem o vídeo, e depois vi alguns amigos protestantes desafiando com a bíblia”, disse, ao comentar que ambos “são presentes abençoados”.
De qualquer forma, com bíblia ou terço, o recado está dado: “Necessitamos de uma juventude que saiba ler a palavra do pai e pedir e intercessão da mãe”, completou. Para ela, essa “união” fez com que as pessoas aprendessem que somos todos irmãos e que qualquer um pode evangelizar.

Evangélica, a revisora Greice Maciel, de 29 anos, que frequenta a Igreja Adventista do Sétimo Dia, pensa de maneira semelhante. “Deus é de todos e é sempre positivo quando a palavra dele é compartilhada, independentemente da denominação religiosa, sempre acrescenta algo: uma informação nova, um outro ponto de vista ou uma reflexão”, afirmou, exemplificando.
Greice foi desafiada por uma amiga, também evangélica, a professora de inglês Sandra Regina Reiss, de 26 anos, que já desafiou uma católica. A jovem, fiel da igreja Luterana, reforça que “somos um em Cristo” e, portanto, não importa a denominação, mas “a salvação por meio de Jesus”.
De onde surgiu? – Matéria divulgada no site Jovens Conectados informa que o desafio Lançai a Palavra surgiu no interior de Santa Catarina. A iniciativa partiu do padre Ederson Larochevski, de 30 anos, da Diocese de Caçador (SC).
Ele teria gravado o primeiro vídeo na secretaria da paróquia onde trabalha, na cidade de Rios das Antas, no mesmo Estado. “A gravação prima pela simplicidade, deixando em evidência a força das palavras proclamadas. Tem apenas 28 segundos e é a leitura do Evangelho segundo São Marcos (Mc 8,34-35)”, diz trecho do texto.
A publicação afirma, ainda, que o sacerdote foi colaborador na organização da Diocese para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 e, atualmente, acompanha a Pastoral Universitária. Na paróquia, inicia ações de evangelização com os jovens.

CGN
Leia mais...