29 de jul de 2015

Papa Francisco é o anticristo, afirma “Jesus” australiano

Brian Leonard Golightly Marshall é um australiano de 71 anos de idade. Ele lidera uma seita e afirma ser a reencarnação de Jesus Cristo. Como “prova”, ele, apresenta o Santo Sudário, que mostra a imagem de um homem que teria sido crucificado.
A peça de linho está guardada pelo Vaticano e sempre foi objeto de muita polêmica. Para Marshall, que vive na região de Toogoom, nordeste da Austrália, a prova cabal foi uma carta enviada a ele pelo papa Bento XVI, onde teria confirmado o reconhecimento.
Ele costuma gravar uma série de vídeos com suas pregações. Em alguns deles, menciona que possui cicatrizes nos pés e nas mãos, lembranças de sua “crucificação”.

Australiano no Sudário
Em alguns posts, já exibiu a suposta carta papal, que diz: “O senhor Brian Marshall me enviou fotografias dele e do Santo Sudário de Turim. Ele se parece de verdade com a santa imagem. Não há outra explicação. Ele simplesmente é o Senhor Jesus Cristo Onipotente… é o homem mais nobre desta terra, o rei dos reis, o Messias… tenham fé nele”.
Quando Bento XVI estava prestes a anunciá-lo oficialmente ao mundo como Jesus reencarnado, em março de 2013, foi forçado a abandonar o papado. Esse seria o verdadeiro motivo do afastamento de Bento. Por isso, Marshall acusa Francisco, o novo papa de ser o “anticristo”. Afinal, ele não permitiu que o Vaticano reconhecesse publicamente.
Brian também gosta de exibir um vídeo onde imagens sobrepostas dele sobre o Sudário confirmariam que ele é a imagem de Jesus. Nada modesto, afirma ser o homem mais santo de todos. Como base de seus argumentos, além de passagens bíblicas, ele usa astrologia, numerologia e cálculos que remetem à Cabala judaica.
Ao contrário do Jesus bíblico, ele é casado e já publicou diversas fotos suas com a mulher no Facebook. Também mostra seu carro, apelidado por ele de “arca da aliança”.
O Jesus australiano afirma ter seguidores em diversas partes do mundo e registra que muitas pessoas têm largado tudo para viver na comunidade liderada por ele na Austrália. Brian tem viajado a outros países para anunciar sua vinda. Ele fala sobre essas viagens e os testemunhos de seus seguidores em seu canal do Youtube.

Publicado no GP com informações do Daily Mail

Globo rejeita novela sobre a volta de Jesus Cristo à Terra

Emissora carioca rejeitou sinopse de folhetim sobre a vida de Cristo.
Depois de muita especulação, a rede Globo cancelou a novela sobre a volta de Jesus Cristo à Terra. Escrita por Benedito Ruy Barbosa, recebeu o título provisório de “E Se Ele Voltar?”.
Pouco mais de um mês depois do anúncio, a Globo comunica que rejeitou a sinopse. A trama principal da novela mostraria Jesus Cristo vivendo nos dias atuais. Retrataria o renascimento de Cristo através de clonagem e, como história paralela, mostraria nazistas atuando no Brasil e responsáveis por experimentos com seres humanos.
A proposta de Benedito Ruy Barbosa, considerado um dos principais autores da teledramaturgia nacional, foi rejeitada oficialmente pelo Departamento de Dramaturgia Diária. A justificativa é que a novela não poderia ser entendida como bíblica e aparentemente a Globo não quer entrar nesse filão explorado pela Record.
Todas as minisséries bíblicas da emissora de Edir Macedo tiveram boa aceitação do público e a novela Os Dez Mandamentos tem registrado altos índices de audiência.
Segundo um executivo da Globo, o roteiro mostraria Jesus como um ser comum, com todos os defeitos de um ser contemporâneo. Obviamente o potencial “explosivo” da mistura, poderia desagradar cristãos de diferentes igrejas, tanto católicos quanto evangélicos.
De acordo com o Notícias da TV, o comunicado deixou Benedito Ruy Barbosa muito irritado. O autor responsável por sucessos como O Rei do Gado (1996), Terra Nostra (1999) e Meu Pedacinho de Chão (2014) reclamou publicamente. Acredita que não se trata de uma ideia “excêntrica”, como foi tachada.

Publicado em GP

Templo Satânico exige que seus membros entreguem a alma ao diabo

O Templo Satânico de Detroit conseguiu afastar os manifestantes contrários à inauguração de uma estátua demoníaca, recentemente, divulgando que o evento seria em determinado lugar e realizando-o em outro.
Além disso, em uma aparente tentativa de se livrar de cristãos que pudessem interferir na apresentação da estátua, o Templo Satânico não apenas cobrou ingressos de quem quisesse assistir (a partir de US$ 25), como ainda exigiu que os participantes do evento assinassem um documento em que "transferiam" a sua alma para Satanás.
"Eu concordo que, ao assinar este documento sob qualquer nome, real ou ficticio, estou entregando a minha alma a Satanás (Abbadon, Lúcifer, Belzebu, Anticristo)", diz o documento. "Faço-o consciente de que Ele (também conhecido como o Pai da Mentira) ou qualquer de seus representantes pode recolher a minha alma eterna a qualquer momento, com ou sem aviso prévio. Entendo que a minha assinatura ou marca representativa da minha identidade nestes papéis constitui um contrato duradouro e eterno e que não haverá novas negociações acerca da minha alma eterna".
Qualquer cristão sério faria uma pausa antes de assinar um documento desses.
Mas se você fosse uma das 700 pessoas que o assinaram, teria tido acesso a uma orgia de música punk e demonstrações públicas de intimidade entre pessoas com pouca roupa e variedade de “gêneros”. Acima da banda havia uma cruz suspensa, de cabeça para baixo, e, na frente do palco, as palavras "Este é o meu corpo, este é o meu sangue".
Para o evento principal, dois homens sem camisa e segurando velas se postaram em cada lado da estátua e, pouco antes da meia-noite, retiraram o véu que a cobria. Em seguida, os dois se abraçaram e se beijaram na boca.
A estátua de bronze representa Baphomet, uma figura humana com cabeça de bode, alada e com chifres e cascos. A figura está sentada e é ladeada por um menino e uma menina. Acima dela, destaca-se um pentagrama.
Jex Blackmore, pseudônimo da diretora do Templo Satânico de Detroit e organizadora do evento de inauguração, declarou que Baphomet simboliza uma "reconciliação dos opostos e a vontade de abraçar e celebrar as diferenças".
Quando perguntada se o grupo é uma organização religiosa (ou antirreligiosa), ela explicou que é “menos que uma igreja e mais que um grupo de afinidades”, construído em torno do que ela repetidamente chama de “princípios satânicos”.
O site do grupo afirma que “o Templo Satânico se ergue na premissa básica de que o sofrimento imerecido é ruim e que tudo o que reduz o sofrimento é bom. Nós não acreditamos no mal simbólico”.
A Fox News informou que, para o Templo, o conceito de Lúcifer é o de "uma figura literária" e que "a missão do Templo Satânico é incentivar a benevolência e a empatia entre todos os povos", sempre de acordo com o site do grupo.
A revista Time escreveu que “o grupo não promove a crença em um Satanás pessoal”. Para eles, Satanás é uma abstração, ou, como Nancy Kaffer escreveu para o The Daily Beast no ano passado, "uma figura literária, não uma divindade: ele simboliza a racionalidade, o ceticismo, a verdade diante do poder, mesmo com grande custo pessoal".
Seja qual for a justificativa, aqueles que participaram do evento deveriam ter pensado duas vezes, diz o padre jesuíta James Martin, da revista America. Ele observou que o Templo Satânico afirma estar apenas exercendo o seu direito à "liberdade religiosa" e que "a estátua é um contraponto àqueles que ergueram ou desejam erguer representações dos Dez Mandamentos ou de outros símbolos cristãos". O grupo espera colocar seu Baphomet na sede do governo do Estado de Arkansas, ao lado de um monumento aos Dez Mandamentos.
Mas eles estão "brincando com fogo", disse o padre Martin: “Essas pessoas não têm ideia do tipo de forças com que estão se envolvendo. Na minha vida como padre jesuíta e, especialmente, como diretor espiritual, eu tenho visto pessoas lutando contra o mal na vida real. Nos Exercícios Espirituais, Santo Inácio de Loyola chama essa força de espírito maligno ou inimigo da natureza humana.
Pessoas incrédulas podem rir, mas essa força é real, tão real quanto a força que atrai para Deus. Além disso, o inimigo age na vida das pessoas de formas parecidas. Os comentários de Santo Inácio refletem não apenas a sua própria experiência de oração, mas também a de ajudar os outros a rezar. Ele descreveu algumas formas de agir do espírito do mal que coincidem com a minha experiência. O papa Francisco também tem falado com frequência sobre a presença do mal no mundo e sobre a ação de Satanás. Alguns riem, mas o papa fala de algo que não é apenas uma parte da crença cristã, e sim uma realidade bem conhecida pelos diretores espirituais. O mal é real. Eu acredito que existe uma força personificada por trás dele. Há certa inteligência envolvida ali. C.S. Lewis disse sobre Satanás: Não sei quanto aos chifres e cascos, mas acredito que ele existe, sim. Pois bem, eu penso o mesmo. Assim, enquanto o Templo Satânico e os principais meios de comunicação riem, meu medo se volta para outra coisa. Eu me lembro de tudo o que li e ouvi sobre Satanás e penso de novo: eles não tem ideia do que estão fazendo”.
No mesmo dia da inauguração da figura de Baphomet, cerca de 250 pessoas assistiram à missa na Igreja de São José em reparação pelo evento satânico. Afinal, o Bem é mais forte que o mal.

Publicado em Aletheia

27 de jul de 2015

Grupo satânico inaugura estátua de bronze de 1t em Detroit

Apresentação do monumento causou protesto de cristãos.
Uma organização satânica inaugurou uma polêmica estátua de bronze pouco antes da meia-noite de sábado, em Detroit. O Baphomet – corpo humano e cabeça de cabra – pesa uma tonelada e foi revelado em um edifício industrial perto do Rio Detroit. As informações são do The Guardian.
A organização queria colocar a escultura perto do monumento Dez Mandamentos, em Oklahoma, mas após diversas manifestações contra o monumento, decidiram esconder o local da inauguração até a noite de sábado. Segundo a publicação, centenas de pessoas participaram do evento.
Diretor do grupo satanista Temple Detroit, Jex Blackmore informou que os membros pretendem transportar a estátua para Arkansas no início do próximo ano.
De acordo com o The Guardian, a apresentação do monumento Baphomet causou protestos de cristãos locais no sábado. Cerca de 50 pessoas oraram pela cidade em frente ao antifo templo satânico para tentar impedir a inauguração.

Publicado no Terra

Livro da Editora Anno Domini trata da polêmica em torno dos Dons Espirituais

"Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer" 1 Coríntios 12:11
Historicamente, a Igreja se divide em suas opiniões sobre o discurso do Apóstolo Paulo em 1 Coríntios 12-14, gerando, inclusive, doutrinas reconhecidas por sua própria visão sobre o tema. Com o intuito de proporcionar esclarecimento e instrução, a Editora Anno Domini lança em fevereiro o livro Dons Espirituais - Uma abordagem bíblica, teológica e pastoral, do pastor norte-americano Sam Storms.
Storms se baseia na veracidade bíblica e nas suas experiências de ministério pastoral para dissertar sobre dons como curas, milagres, profecias e dom de línguas. O autor reconhece a relevância do assunto e que o desafio de abordá-lo é grande:
"Esta é uma polêmica que causa feridas no corpo da Igreja. Neste livro, tentei trazer cura e clareza a um debate que frequentemente é envolto em mistério." afirmou Sam Storms, em vídeo institucional disponibilizado pela Editora Anno Domini, no Youtube.
Em pesquisa realizada nos Estados Unidos pelo Grupo Barna, em 2009, 68% das pessoas que se apresentaram como cristãs afirmaram que creem na contemporaneidade dos Dons. Por outro lado, a corrente cessacionista, que afirma que sinais e prodígios foram extintos após os tempos apostólicos, é firme em sua objeção. Em outubro de 2013, foi realizada a conferência Strange Fire (Fogo Estranho), em Sun Valley-EUA, cujo objetivo foi basicamente contrapor o Pentecostalismo, em especial a visão continuísta dos dons espirituais.
No Brasil, não há informações concretas. Porém, a maioria pentecostal entre os evangélicos - 60% segundo pesquisa do IBGE em 2010 - mostra que a busca pelos dons espirituais é uma marca da igreja brasileira. Outro dado importante é a diminuição das igrejas tradicionais, algumas delas caracterizadas pela adesão ao cessacionismo.
"Dons Espirituais - uma abordagem bíblica, teológica e pastoral" é escrito em nível leigo, voltado para o cristão minimamente instruído e pode ser útil para igrejas em escolas bíblicas e para cristãos em diferentes contextos. Com formato 14 x 21cm, acabamento brochura com verniz localizado e 216 páginas, está com preço fixado em R$31,90.


Para mais informações, acesse www.editoraannodomini.com.br

Polícia israelense entra na mesquita de Al-Aqsa após confronto entre judeus e palestinos

A polícia israelense entrou neste domingo (26) na mesquita de Al-Aqsa, o terceiro lugar sagrado para o islamismo, situado na Cidade Velha de Jerusalém, para deter os confrontos desencadeados após a chegada de judeus ultraortodoxos. "Vários amotinados mascarados entraram na mesquita e começaram a lançar pedras e paralelepípedos lá dentro", indicou um comunicado, explicando que vários agentes ficaram feridos.
"Para prevenir que mais policiais ficassem feridos, as forças da polícia entraram apenas alguns metros e fecharam as portas da mesquita com os amotinados dentro", acrescentou a polícia.
A Esplanada das Mesquitas, que os judeus chamam de Monte do Templo e consideram seu primeiro local sagrado, é administrada por um status quo herdado do conflito de 1967, segundo o qual judeus e muçulmanos podem ter acesso, mas os judeus não têm o direito de rezar.
No entanto, na madrugada deste domingo, vários judeus começaram a celebrar o Tisha Beav, que comemora em seu calendário a destruição dos dois templos que se encontravam na Esplanada. Milhares de judeus se reuniram diante do Muro das Lamentações sem incidentes, mas outros mais radicais teriam tentado rezar nos acessos da Esplanada, motivando os confrontos.

Portas destruídas
Trezentos agentes entraram então no recinto para enfrentar 200 palestinos, segundo um fotógrafo da agência France Presse. Em fotografias divulgadas pela polícia, é possível ver as portas de madeira do local de culto destruídas, com tapetes rasgados e o chão coberto de pedras.
Segundo a polícia, foram os muçulmanos entrincheirados na mesquita que começaram a lançar pedras a partir do interior da mesquita. O fotógrafo viu ao menos seis palestinos serem detidos, mas não havia nenhum balanço disponível.

Pressão dos judeus ultraortodoxos
Em novembro já haviam sido registrados confrontos similares, diante dos quais Israel tomou a decisão muito pouco frequente de fechar a Esplanada, provocando uma crise diplomática com a Jordânia, encarregada da supervisão do local santo.
Os palestinos acusam regularmente Israel de querer colocar em xeque o status quo e criticam a pressão dos judeus ultraortodoxos, que exigem seu direito de rezar na Esplanada.
Israel afirma que não quer modificar o status quo, mas existe um movimento ultrarreligioso, representado por vários deputados israelenses, que milita pelo direito dos judeus de rezar na Esplanada. Alguns defendem inclusive a derrubada das mesquitas e a reconstrução de seus templos.
Em contrapartida, alguns palestinos mobilizam regularmente os que eles chamam de "murabitun", sentinelas em árabe, um movimento informal que reúne muçulmanos que vão à Esplanada sempre que os judeus ultraortodoxos se dirigem a ela ou que a polícia israelense intervém.
O movimento islamita Hamas, no poder na Faixa de Gaza, advertiu em um comunicado que a entrada da polícia israelense representava uma escalada perigosa.

Publicado em EBC

China condena seita que diz que Jesus reencarnou como mulher

Membros da Igreja de Deus Todo-Poderoso, também conhecida como Raio Oriental, teriam matado uma mulher em um restaurante.
Membros da Igreja de Deus Todo-Poderoso, uma seita que acredita que Jesus Cristo reencarnou recentemente em uma mulher da China, foram condenados neste fim de semana em dois julgamentos realizados contra este culto perseguido pelas autoridades comunistas, informou a agência oficial Xinhua.
Em um dos processos, que terminou neste domingo em um tribunal da cidade de Zigui, foram ditadas penas de prisão de entre 18 meses e três anos para nove seguidores da seita, detidos em julho de 2014.
Outros cinco correligionários receberam no sábado penas de entre dois e três anos de prisão em outro julgamento realizado na província de Liaoning.
A Igreja de Deus Todo-Poderoso, também conhecida na China com o nome de Raio Oriental, é uma seita milenarista fundada nos anos 90 por Zhao Weishan que considera que Jesus Cristo retornou à Terra tomando a forma de uma mulher chinesa chamada Yang Xiangbin, em paradeiro desconhecido.
O grupo, com centenas de seguidores nos Estados Unidos, na China e em países do sudeste asiático, faz parte da lista de seitas consideradas perigosas e perseguidas por Pequim, especialmente desde o ano passado, quando supostos membros da seita mataram uma mulher em um restaurante e o incidente foi gravado por câmeras de segurança.
Dois desses agressores foram condenados à morte em outubro do ano passado.
Um total de 14 organizações religiosas são consideradas "cultos ilegais" na China, país que, por outro lado, é acusado por organizações internacionais de reprimir a liberdade religiosa de comunidades como a cristã, a muçulmana e a budista.

Publicado no Terra

24 de jul de 2015

Morre o pastor-presidente da Assembleia de Deus em Alagoas

Pastor Neco, de 83 anos, estava internado e teve falência múltipla dos órgãos.
Morreu nesta sexta-feira (25), no Hospital Santa Paula, na região de Santo Amaro, em São Paulo, o pastor-presidente da Assembleia de Deus em Alagoas, José Antônio dos Santos, de 83 anos, carinhosamente conhecido como pastor Neco. Ele estava em tratamento na unidade de saúde desde o início do mês e não resistiu a uma falência múltipla dos órgãos, causada por disfunções hepáticas.
Em nota, a família do pastor comunica que o corpo chegará a Maceió na manhã deste sábado (25). A cerimônia de despedida acontecerá na igreja-sede, situada na Rua Moreira e Silva, no bairro do Farol. Ainda não há informações sobre o horário e local do sepultamento.
O pastor foi levado para São Paulo e se submeteu a uma cirurgia depois de apresentar complicações no fígado.
Além de presidente da Assembleia de Deus em Alagoas, pastor Neco era líder da União de Ministros das Assembleias de Deus no Nordeste (Umadene) e vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).
A igreja, a qual o pastor presidiu durante 30 anos, tem mais de 150 mil membros em Alagoas, sendo cerca de 40 mil em Maceió. Atualmente, a instituição possui 150 congregações na capital e conta com 120 campos no interior do Estado, inúmeras subcongregações e 564 pastores, sem contar os presbíteros e diáconos.

Publicado em Gazetaweb

23 de jul de 2015

Vila dos Atletas oferece espaços de oração para 5 confissões religiosas

Uma das novidades dos Jogos Pan-Americanos de Toronto é uma espécie de refúgio espiritual para os mais de 6 mil desportistas que nos últimos dias convivem na Vila dos Atletas e que funciona como um espaço de oração para budistas, cristãos, muçulmanos, hindus e judeus.
O Centro Multiconfessional ocupa um espaço preferencial da vila, onde 30 líderes dessas religiões se dividem em três turnos nas 16 horas em que o espaço está aberto para dar apoio a atletas que precisam de conselho, conforto e ânimo.
O reverendo David Wells, coordenador do centro, disse à Agência Efe que as três principais funções desses pregadores são acompanhar na meditação ou na oração, dar apoio em situações de pressão ou nos maus momentos após as provas, e atender vítimas, familiares e amigos no caso de alguma fatalidade durante o Pan.
O próprio Wells teve que ajudar espiritualmente em 2010 após o falecimento do georgiano Nodar Kumaritashvili em um treinamento de trenó nos Jogos Olímpicos de inverno em Vancouver, também no Canadá.
Em nível individual, cerca de uma centena de atletas usa as instalações diariamente, às quais é preciso somar as equipes inteiras que se aproximam antes ou após suas competições.
Inclusive há líderes religiosos que acompanham alguns desportistas para apoiá-los durante as provas, embora o momento de maior presença de atletas seja durante as missas católicas.
O Centro Multiconfessional tem seis ambientes, incluindo pequenas salas para receber conselhos e confissões. O maior desses espaços é o dedicado ao catolicismo, com uma imagem de Nossa Senhora de Guadalajara e 30 cadeiras para assistir a missas, cada uma com exemplares bilíngues do Novo Testamento. Além disso, algumas delegações pediram cópias do livro para entregar a seus atletas.
Os judeus também usam essa sala durante o shabbat. Outra sala é dedicada à religião muçulmana. Na entrada, alguns sapatos indicam que alguém está rezando na seção reservada aos homens.
Weels afirmou essa convivência é uma demonstração de que se pode aceitar e respeitar aqueles que professam outra religião e que isso pode ser um exemplo para as competições esportivas e para todo o mundo.
O pastor argentino Julio Bautista, formado em psicologia e estudos teológicos, revelou que há atletas que usam o centro como refúgio para se afastar das pressões, enquanto outros chegam "destruídos" depois de terem fracassado em seus desafios esportivos após anos de preparação.
"Há outros que depois de terem conquistado uma medalha vêm conversar e nos agradecer porque a conversa lhes fez bem", disse o religioso, que destacou a vertente humana dos atletas, com "suas pressões e seus momentos difíceis".
Por sua vez, o reverendo Zen Nio ajuda com os mesmos exercícios de meditação utilizados por desportistas de destaque, como, segundo ele, o astro do basquete Kobe Bryant. E isso é feito em um pequeno cômodo que serve de museu, guardando obras milenares das religiões budista e hinduísta procedentes de Índia, China e Japão, entre outros locais.
As peças servem para os atletas realizarem meditação visual com as quais interiorizam determinação e poder que refletem no campo esportivo, de acordo com explicações do reverendo. "Todos os atletas com os quais trabalhamos tiveram um grande desempenho, e seus sonhos se tornaram realidade", disse.
A mexicana Demita Vega, prata na classe RS:X da vela, declarou à Efe que é a primeira vez que vê um centro dessas características em Jogos Pan-Americanos e se sentiu atraída a entrar na sala budista e hinduísta.
"Não sei se foi sorte ou não, mas estou muito agradecida porque conheci Zen Nio e depois muitas pessoas boas de seu grupo. É muito motivador, e acho que é exatamente o que precisamos, esse pequeno empurrãozinho motivacional para irmos bem nas competições", destacou.
A diversidade religiosa também chega à cozinha. Como contou à Efe o responsável de alimentação e dieta, Chris Warner, seu menu inclui refeições especiais para muçulmanos e judeus.

Publicado em Terra

22 de jul de 2015

Cristão doa US$ 1 milhão para financiar o trabalho missionário da Igreja Presbiteriana no Egito

Em tempos de teologia da prosperidade, que muitos líderes neopentecostais pedem doações vultosas aos fiéis para que estes recebam bênçãos materiais ainda mais expressivas, um fiel chamou a atenção por sua generosidade sem esperar nada em troca, e doou US$ 1 milhão para missões.
A iniciativa de Jim Davis, membro da Miami Shores Presbyterian Church (foto), em Miami, Flórida (EUA), foi espontânea, segundo informações do Christian Post.
A doação vai apoiar o trabalho da Missão Mundial Presbiteriana no Egito, especificamente: “Metade do presente será utilizado para ajudar a igreja egípcia a construir novas igrejas em áreas carentes. A outra metade irá fornecer educação teológica para treinar líderes dessas novas igrejas e apoiar os ministérios de ensino de trabalhadores missionários presbiterianos no Seminário Teológico no Cairo”, afirmou Kathy Melvin, diretor de comunicação da Agência Missão Presbiteriana.
O diretor da Missão Mundial, Hunter Farrell, destacou ainda que a doação de Davis foi essencial para que os esforços missionários da organização alcançassem um novo patamar: “Louvamos a Deus e somos profundamente gratos por este dom visionário e generoso de Davis, que nos permite crescer como igreja cristã no Egito”, observou.
A doação veio no momento que uma chance de crescimento do Evangelho se oferece aos missionários, segundo Farrell. O Egito é um país de maioria muçulmana, e os poucos cristãos sofrem com a perseguição religiosa intensa, promovida por diversos grupos extremistas, incluindo simpatizantes do Estado Islâmico.
“Sem um dom de liderança como este, a Missão Mundial Presbiteriana seria incapaz de responder a esta oportunidade sem precedentes”, concluiu o líder missionário.
A propagação do Evangelho, o “Ide”, é uma ordenança de Jesus Cristo e o principal papel da igreja. O trabalho missionário em países onde a liberdade religiosa é restrita ou inexistente é heroico e, muitas vezes, custa a vida dos que, por amor, se propõem a levar as boas novas até os confins da Terra.

Publicado em G+

Igreja manda cobrança de dízimo a membros “devedores”

Várias pessoas saíram da igreja após receberem uma carta que pedia 1000 dólares.
Quem costuma frequentar a igreja está acostumado a ver o anúncio do momento de dízimos e ofertas durante o culto. Geralmente, as pessoas doam o que desejam, independentemente de ser ou não membro daquela congregação.
Mas uma mulher de Tampa, Flórida, passou por uma situação constrangedora. Ela recebeu uma carta da Igreja Batista Primitiva Monte Moriá, onde costumava congregar. Tratava-se de uma cobrança no valor de mais de 1000 dólares. O montante cobriria o que a igreja esperava receber como contribuição mínima de seus membros durante um ano. Caso contrário, ela seria “desligada” do rol.
Candace Petterson é mãe solteira e começou a frequentar a Monte Moriá quando se mudou para o atual endereço, cerca de seis meses atrás. “As pessoas sempre foram muito simpáticas comigo, e eu realmente gostava de estar lá”, disse.
Contudo, ao receber a carta, entendeu que havia uma expectativa por parte da igreja que ela não tinha condições de arcar.
“Para ser um membro efetivo e ter o direito de votar, os adultos precisam contribuir com no mínimo 50 dólares por mês”, diz Petterson. A carta explicava ainda que a igreja estava com dívidas e anualmente fazia uma coleta de aniversário, onde cada membro precisava dar 250 dólares. Outro evento regular da congregação era o chamado “dia de Moriá”, onde se doava mais 150 dólares por pessoa.
Quando a senhorita Petterson deu uma entrevista à rede de TV ABC, relatando o que sentiu ao receber a cobrança, gerou grande polêmica. Segundo a emissora, Candaca não foi a única a receber a carta de cobrança e estariam saindo da igreja por causa disso.

Publicado em GP com informações de Urban Christian News

No meio dos escombros da maior enchente da sua história, uma cidade encontra uma Bíblia aberta

E a mensagem é surpreendente!

A cidade de Coronel Freitas, no Oeste de Santa Catarina, foi dramaticamente atingida na semana passada pela maior e mais violenta enchente de sua história. A força brutal das águas destruiu casas, empresas e vias públicas, além de matar uma jovem de 32 anos, que, arrastada pela correnteza, deixou marido e filha pequena.



De uma das muitas casas completamente destruídas, a água levou embora a geladeira, os fogões, as panelas, a mesa, as cadeiras... O que não foi arrastado ficou reduzido a entulho, junto com a própria estrutura da casa. Em meio aos escombros, foram achados pedaços de documentos, fotos de família e... uma Bíblia.
A Bíblia, suja de lama, secou e endureceu. Não há mais como folheá-la. Ela ficou aberta, no entanto, e, sob as marcas de um pneu de carro que passou por cima do livro sagrado, o Evangelho segundo São João, no capítulo 20, diz:
Na tarde do mesmo dia, que era o primeiro da semana, os discípulos tinham fechado as portas do lugar onde se achavam, por medo dos judeus. Jesus veio e pôs-se no meio deles. Disse-lhes ele: A paz esteja convosco! Dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se ao ver o Senhor. Disse-lhes outra vez: A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós. Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo (...) Fez Jesus, na presença dos seus discípulos, ainda muitos outros milagres que não estão escritos neste livro. Mas estes foram escritos, para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais a vida em seu nome.

O Espírito Santo é o "sopro" do Deus vivo. O sopro da vida, do renascimento, da renovação.
Não é esta é a mensagem de que o povo de Coronel Freitas precisa para renascer das ruínas e renovar a vida superando o medo e a morte?

Publicado em Aletheia