Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Padre é condenado por dirigir sem CNH e causar acidente em SP

Conhecido por dirigir alcoolizado e causar acidentes nas ruas de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, o padre Aparecido Donizete Bianchi, 53 anos, foi condenado nesta quinta-feira, em primeira instância, a oito meses de prisão por dirigir com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. A sentença do juiz da 5ª Vara Criminal de Rio Preto, Caio Cesar Melluso, entretanto, transforma a pena em pagamento de R$ 6 mil para uma entidade assistencial da cidade.
A condenação se refere a um acidente causado pelo padre no dia do seu aniversário, em 7 de janeiro de 2010. Na ocasião, Bianchi foi detido após provocar uma colisão em um cruzamento no Jardim Imperial, região central de Rio Preto. Ele, que dirigia um Fox, desrespeitou o sinal de "Pare" na rua Benjamin Constant e foi atingido por um Gol conduzido pelo aposentado Saçake Mithiro, 74 anos, que trafegava na rua Redentora, uma das principais da cidade. Mithiro havia concordado em não registrar o caso, mas testemunhas insistiram para que a PM fosse chamada.
O padre, que estava com a CNH suspensa, já havia protagonizado outras ocorrências policiais. Ele é acusado de atropelar dois motociclistas em agosto de 2009 e fugir sem prestar socorro. Uma das vítimas teve fraturas e precisou passar por cirurgia. Testemunhas disseram que Bianchi estava bêbado. A polícia apreendeu seis latas de cerveja dentro do carro dele. O padre também foi pego em dezembro de 2006, supostamente bêbado, ao chegar à Catedral São José de madrugada. Ele entrou na contramão e foi parado por uma viatura. Segundo o registro, ao ser parado, Bianchi discutiu com policiais e ainda aproveitou o som alto do carro para dançar uma música do grupo É o Tchan para os PMs, que o levaram para o plantão policial.
No último acidente, em abril de 2011, o padre chegou a ficar em coma. Ele colidiu frontalmente com um caminhão-guincho em uma estrada vicinal da cidade de Ubarana (SP). Entre outros ferimentos, Bianchi sofreu forte lesão nos pulmões e fraturou a bacia, sendo obrigado a colocar prótese. De acordo com a assessoria da Diocese de São José do Rio Preto, ele faz tratamento até hoje para se recuperar do acidente, ocorrido em 18 de abril de 2011.
Por conta das ocorrências policiais, Bianchi foi transferido da paróquia de São José do Rio Preto, onde era responsável pela Matriz local, para a cidade vizinha de Planalto. O padre não foi localizado nesta quinta-feira para falar sobre o assunto, mas, segundo assessores da Diocese, ele recebeu a notícia da condenação e disse que vai consultar seu advogado para saber se vai recorrer da sentença.
O advogado Flávio Thomé, assessor jurídico da diocese, disse que o Bispado não recebeu a notificação oficial da condenação. "Um outro advogado, nosso colega, deverá se inteirar da situação amanhã e saber ao certo como foi a condenação e as possibilidades de recurso", disse Thomé.

Notícias Cristãs com informações do JB
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.