Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Diminuição do número de católicos pode refletir aumento da qualidade dos fiéis

A diminuição do número de católicos em Portugal, constatada num estudo realizado pela Universidade Católica, pode refletir um aumento da qualidade dos fiéis, considerou o Vigário regional do Opus Dei, em entrevista à agência Lusa.
Segundo uma análise apresentada em abril pelo Centro de Estudos de Religiões e Culturas, há cada vez menos católicos em Portugal, com o número a cair 7,4 por cento nos últimos 11 anos, passando de 86,9% da população para 79,5%.
"Isto há-de fazer com que cada cristão assuma de forma mais efetiva o que significa a sua fé. É uma diminuição em quantidade mas que reflete um aumento de qualidade. Esse aumento de qualidade é um sinal de esperança", assinalou o vigário José Rafael Espírito Santo, sublinhando que "estes dados não surpreendem".
De acordo com o responsável máximo da Opus Dei em Portugal, "todo o afastamento de Deus, o querer construir um Mundo em que se põe Deus à margem, que é o que infelizmente está presente na cultura ocidental, não deixa de afetar a igreja".
José Rafael Espírito Santo referiu que os resultados do estudo já eram esperados, porque havia uma perceção do "pouco grau de participação das pessoas" na vida cristã.
Para o sacerdote, uma das coisas mais importantes para garantir o regresso dos fiéis e a conversão de mais pessoas é apostar na formação, no "modo como se explica a fé, tanto na catequese como nas homilias".
"A catequese que não pode ser só a catequese enquanto criança, mas uma catequese ao longo de toda a vida. Ou seja todos nós temos de ir reaprendendo de novo os conteúdos da fé e as suas consequências práticas", defendeu.
José Rafael Espírito Santo entende que "há muita gente que, pelo contacto que tem com católicos praticantes, recupera a fé, que esclarece as duvidas que tinha e que nunca tinha esclarecido, por falta de formação".

Notícias Cristãs com informações da RTP
Tecnologia do Blogger.