Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Fábrica de cerveja funciona dentro de igreja em Minas Gerais

"Abençoai, Senhor, esta criatura, a cerveja, que vos dignastes produzir do melhor lúpulo", diz a oração da bebida.
O novo pároco da Igreja da Nossa Senhora da Glória, Flávio Leonardo, em Juiz de Fora (MG), quer reativar a pequena fábrica de cerveja artesanal que funcionou por 100 anos no porão da instituição religiosa. A cervejaria foi trazida por padres holandeses, da ordem redentorista, no fim do século 19 e instalada em um convento anexo à igreja.
Enquanto esteve produzindo ativamente, até 1994, a fábrica produziu cerveja apenas para o consumo dos religiosos. Ao longo desse período de funcionamento, um irmão era designado pela a igreja para administrar a produção da bebida.
O padre Flávio Leonardo assumiu a igreja em 2010 e ele conta com o apoio de cervejeiros locais no retorno das atividades da fábrica. Pessoas habilidosas para o serviço não falta na cidade, até porque Juiz de Fora foi porta de entrada do produto em Minas Gerais.
Em 1894, a instalação da fábrica não causou estranheza na população. Hoje, muitos fiéis desconhecem a existência da produção da bebida no prédio da igreja. Mesmo assim, a “oração da cerveja” está registrada no livro dos redentoristas.
“Abençoai, Senhor, esta criatura, a cerveja, que vos dignastes produzir do melhor lúpulo, para que seja remédio saudável ao gênero humano”, diz um trecho da oração.
Os redentoristas ainda trouxeram mais cinco cervejarias para o Brasil, mas apenas a instalada na Igreja da Nossa Senhora da Glória se mantém em funcionamento. Atualmente, oito mosteiros no mundo produzem cerveja: seis na Bélgica, um na Áustria e um na Holanda.

O Povo

Tecnologia do Blogger.