Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Igrejas mudam rituais para prevenir contágio de gripe A em Marília, SP


Aperto de mão foi suspenso nas celebrações católicas.
Álcool gel é disponibilizado aos fiéis nas evangélicas.
Mais um caso de gripe A foi confirmado nesta terça-feira (21), em Marília, SP. Neste ano já são 13 pessoas com a doença e uma morte. Para prevenir o contágio, as igrejas da cidade estão tomando algumas medidas simples durante as celebrações. O aperto de mãos foi suspenso temporariamente.
A tradicional cerimônia da paz de Cristo nas missas em uma igreja católica deixou temporariamente de fazer parte dos encontros semanais dos fiéis. Neste ano, por orientação da Diocese, cabe aos padres decidir se alteram o ritual para evitar o contágio da gripe A.
"Cada vez a gente procura fazer de uma forma: um aceno, uma lembrança dos que não estão mais aqui. A pessoa coloca no pensamento e reza por aqueles que gostaria de saudar, de dar a paz", informou o padre Rui Rodrigues, da paróquia de Nossa Senhora da Glória.
Já em uma igreja evangélica, a preocupação com o contágio da gripe A também levou a mudanças. Na entrada, os fiéis têm à disposição álcool em gel para higienizar as mãos. As janelas permanecem abertas mesmo nos dias mais frios para melhorar a ventilação. Durante a celebração, o pastor faz questão de lembrar a todos sobre a importância dos cuidados para evitar a doença.
“A orientação é para lavar as mãos, não compartilhar copos descartáveis, talheres em casa. Não só na igreja, mas na nossa vida no dia a dia”, disse o cooperador da igreja, Arlindo Olímpio.
Apesar dos cuidados serem importantes, os especialistas dizem que não há motivo para alarde, já que a cidade não vive um surto. “Houve um surto em 2010 com mortes, principalmente de jovens e gestantes, mas isso não tem acontecido mais”, avisou a médica Giselle Agostinho.

G1

Tecnologia do Blogger.