Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Profeta do fim do mundo diz que só se salvarão os batizados por "anjos"

O “profeta” Luís Pereira dos Santos, 43 anos, continua com a convicção de que o fim do mundo vai acontecer às 16 horas de hoje (dia 12 de outubro). Segundo ele, só serão salvos os cristãos que se batizaram com as pessoas preparadas que têm o “dom do batismo”.
“Todos aqueles que receberem o batismo se tornarão santos, mas não o batismo realizado por pessoas que seguem doutrinas, mas aqueles batizados por mim que adquiri de um estudo e por anjos do alto, que têm o dom do batismo no poder de orar e na sua vigília”, afirmou Luís Pereira.
Ele disse que não haverá uma explosão, mas as pessoas que não “seguem Cristo” serão marcadas pelo Satanás, no arrebatamento. “O mundo acaba porque em seguida a besta reinará e quem receber o batismo cristão vai ser perseguido. Quem ficar vai receber a marca da besta porque tudo que fizer vão ser sujeito a marca da besta e alguns se salvará”, afirmou.
Ele disse que tem certeza de que o mundo vai acabar amanhã. “Não trabalho em cima do “se” [não acabar], porque tenho a convicção de que vai”, destacou.
Luís Pereira disse que não questiona a hora e o dia do fim do mundo, já que foi um anjo que o disse, sentado ao seu lado na cama, ainda em 2009, quando recebeu a “missão”. “Só trabalho para fazer a vontade de Deus e não questiono o que me disse”, afirmou.

Fiscais do pecado
Na casa onde mora com 110 pessoas, o profeta disse que todos vivem em busca da santidade para alcançar o reino dos céus. “Desde 2009 todos os dias eles oram e vigiam e sempre trabalhei para que todos alcancem a santidade e eles só vivem para Deus, não pecam, temos até fiscais do pecado, já que tem pessoas casadas na casa”, destacou.

Crianças
Sobre as 19 crianças que moram em sua casa no Parque Universitário, zona Leste de Teresina, o “profeta” disse que elas não vão à escola porque elas já não iam mesmo e alguns porque os pais tiraram.
“Eu disse para o Conselho Tutelar que aquelas crianças viviam na rua e não iam para a escola, são filhos de drogados. Os outros foram tirados pelos pais, como falaram. Não sou contra elas irem à escola”, destacou o profeta.
Luís Pereira disse ainda que não teme a ação da polícia. “Não temo ser preso porque estou na paz de Deus e no que estou fazendo”, declarou.

Cidade Verde
Tecnologia do Blogger.