Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Igreja da Inglaterra rejeita ordenação de bispos mulheres

O Sínodo Geral da Igreja da Inglaterra rejeitou nesta terça-feira a ordenação de bispos mulheres, segundo os resultados da votação de um dos temas que dividem profundamente, há décadas, anglicanos em todo o mundo.
A aprovação do texto final desta reforma exigia maioria de dois terços em cada um dos grupos - bispos, clérigos e laicos - que compõem o corpo legislativo de 470 membros da Igreja da Inglaterra, mas como já antecipavam alguns comentaristas, esta não foi alcançada entre os laicos.
Esta recusa representa um duro revés para o atual arcebispo de Canterbury, Rowan Williams, assim como para o bispo de Durham, Justin Welby, que o substituirá no fim do ano como primado da Igreja da Inglaterra, ambas favoráveis à evolução, assim como 42 das 44 dioceses.
A ordenação episcopal feminina, cujo princípio foi aprovado em 2008, teria sido a mudança mais importante na Igreja da Inglaterra desde a aprovação da ordenação de mulheres sacerdotes em 1992.
Embora as mulheres representem atualmente um terço do clero, e se calcule que esta proporção deva crescer nos próximos anos, os mais tradicionalistas se opuseram frontalmente à sua ordenação como bispos.
Para tentar obter sua aprovação, o texto submetido à votação do Sínodo previa que quando as paróquias tradicionalistas não aceitassem a autoridade de uma mulher bispo em uma diocese, esta delegaria seus poderes a um bispo homem.

AFP
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.