Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Empresa da Globo anuncia Feira Evangélica e acirra concorrência com a Expocristã

A GEO Eventos, empresa vinculada às Organizações Globo voltada à coordenação de feiras e eventos, anunciou a realização da Feira Internacional Cristã (FIC) de 17 a 20 de julho de 2013, no Expo Center Norte, nesta capital. Os organizadores esperam a visita de 200 mil pessoas nos quatro dias da feira, que terá palestras, exposição de produtos de livreiros, lojistas, editoras, gravadoras e distribuidoras.
O anúncio motivou nota de protesto da EBF Comunicações, organizadora da Expocristã. A empresa alega que participou das concepções dos eventos Festival e Troféu Promessas “com o intuito de abrir as portas da empresa Globo Comunicações para o evangelho de Cristo”. A EBF se diz surpreendida por diversas ações da GEO Eventos, “que vem oferecendo ao mercado propostas de um evento voltado ao público sem a concordância e participação da EBF, alijada do processo de maneira antiética e unilateral”.
O colunista da revista Veja, jornalista Lauro Jardim, escreveu que a GEO divulgou desmentido sobre a questão dos supostos contratos, informando que ela não tem e nunca teve qualquer vínculo com a EBF e que nunca firmou contrato de exclusividade com a mesma.
O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, afirmou não interessa se a empresa da Globo tem interesses comerciais nesses eventos, porque “o nosso interesse é o Reino.” Numa aproximação com o mundo evangélico, a GEO promove o Trofeu Promessas e o Festival Promessas, voltados à música gospel.
“Vendas a feira vai gerar, mas eu quero ir além disso”, declarou o diretor da FIC, Junior Monteiro. “Quero que o principal comentário seja ‘me proporcionou um novo horizonte, me ampliou projetos, visão, área de atuação’”, afirmou. O presidente da FEO, Leonardo Ganem, explicou em entrevista coletiva, quando do lançamento da Feira, que o objetivo da empresa é estabelecer relação com o público evangélico.
Nem todos os pastores do segmento evangélico têm a percepção de Malafaia sobre o assunto. O pastor Rubens Teixeira declarou para a Notícias Gospel que a entrada da Globo no mercado evangélico é uma maneira que a empresa encontrou de aumentar as receitas que financiam os programas que veicula, boa parte deles contrários aos princípios pregados nas denominações evangélicas. “É o evangélico pagando o chicote para chicotear as suas costas, de suas famílias e de seuas igrejas”, afirmou.
No sábado, 15, a TV Globo vai exibir o Festival Promessas, programa que reúne seis grupos de música gospel. Segundo a coluna Outro Canal, da Folha de S. Paulo, o festival integra estratégia da emissora de aproximação à comunidade evangélica, que representa, hoje, 22% da população brasileira. A Globo reconhece que a música gospel é o gênero que mais cresce dentro da indústria fonográfica.

ALC
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.