Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Igreja é esvaziada em cidade do massacre após ameaça de bomba

Centro religioso fica a 1,6km de local de massacre em Connecticut.
Atirador matou 26 pessoas - 20 crianças - em escola na última sexta.
Uma igreja católica romana na cidade americana de Newtown foi esvaziada neste domingo (16) após uma ameaça de bomba ter sido relatada por autoridades durante uma missa. A igreja fica a 1,6km do local onde, na última sexta-feira, ocorreu o tiroteio que matou 26 pessoas na escola primária Sandy Hook, no estado americano de Connecticut.
Segundo testemunhas, policiais e ambulâncias estão na porta da igreja de Sta Rosa de Lima.
O atirador entrou no centro de ensino depois disparar contra uma porta de vidro e, em seguida, iniciou o massacre. O assassino, apontado pela imprensa dos EUA como Adam Lanza, 20 anos, atirou várias vezes, segundo o governador do estado americano, Dan Malloy.
Atirador forçou entrada em escola onde ocorreu massacre, diz polícia. 'Pensei que íamos todos morrer', diz professora que salvou alunos.
"Ele atirou para entrar e depois seguiu para a primeira sala de aula, como sabem, depois para a segunda sala de aula", disse Malloy.
As autoridades acreditam que, enquanto atirava na segunda sala, o criminoso ouviu a chegada da polícia e das equipes de emergência e cometeu suicídio, também segundo apurações da imprensa americana. Oficialmente, a polícia não divulgou as circunstâncias da morte do atirador.
O balanço total de mortos é de 28 pessoas: 20 crianças de seis e sete anos, seis adultos que trabalhavam na escola, o atirador e sua mãe, que foi morta em casa.
Neste sábado, a polícia divulgou a lista com os nomes das vítimas. Saiba mais e veja fotos de algumas delas.
Malloy disse que a primeira ligação de emergência da escola foi feita por alguém ferido e que sobreviveu ao tiroteio. Segundo ele, a resposta foi rápida. "Mas como sabem, este tipo de doente, mentalmente enfermo claramente, matou a mãe, prosseguiu matando uma grande quantidade de pessoas", disse Malloy.
O presidente Barack Obama visita neste domingo Newtown e se reunirá com as famílias das vítimas. Segundo a Casa Branca, ele discursará durante uma cerimônia religiosa prevista para esta tarde.

Massacre
O pai do suposto atirador divulgou sábado um comunicado expressando condolências para as famílias das vítimas do massacre. No texto, Peter Lanza diz estar em "choque" e fala que procura "respostas para o que aconteceu". O texto foi publicado no blog da rede americana CNN.
“Nossa família está sofrendo junto com todos os que foram afetados por essa grande tragédia”, escreveu. “Não há palavras capazes de expressar o tamanho dessa dor. Estamos em choque e tentando encontrar respostas para o que aconteceu.”
Policiais prestam homenagens em memorial feito para as vítimas do massacre (Foto: AP) A polícia ainda não confirmou a identidade do atirador, mas informou que a mãe dele foi encontrada morta em sua casa, e seria sua 27ª vítima.
De acordo com o chefe do departamento de medicina legal, o médico Wayne Carve, as 26 vítimas do tiroteio foram todas atingidas mais de uma vez, informou neste sábado. Em uma entrevista coletiva para a imprensa, ele confirmou que todos morreram de ferimentos de bala, que o atirador usou um rifle como arma principal e que os casos foram classificados como homicídio.

G1
Tecnologia do Blogger.