Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Pastor é atacado por muçulmanos ao evangelizar na Índia

Um pastor evangélico, na Índia, foi atacado por uma multidão de muçulmanos após ser acusado de falar sobre Jesus Cristo e tentar forçar a conversão dos ouvintes ao cristianismo.
O incidente ocorreu em 23 de novembro, quando o pastor Lewis Mascarenhas estava falando a um grupo de muçulmanos locais; os mesmos começaram a fazer perguntas sobre as crenças dos cristãos e assim iniciaram uma discussão sobre os ensinamentos de Cristo.
Com muita calma, o pastor distribuiu algumas literaturas explicando a natureza do evangelho e também outras informações sobre a fé cristã, bem como o que a Bíblia diz especificamente sobre o nascimento, vida, morte e ressurreição de Cristo.
A notícia deste fato se espalhou rapidamente pela cidade, e logo depois, um grupo de muçulmanos furiosos (que não estava presente quando o pastor fazia sua explanação) se reuniu. Eles pensaram que Mascarenhas havia forçado os muçulmanos a se converterem ao cristianismo.
A multidão começou a atacar o pastor sem antes perguntar sobre o que de fato havia acontecido. Então, o pastor foi arrastado até a delegacia mais próxima, gravemente ferido, e lá o grupo registrou uma queixa contra ele. A multidão alegou que o pastor havia forçado muçulmanos a se converterem ao cristianismo.
Depois de ouvirem brevemente as denúncias, as autoridades levaram o pastor para o BC Acharya Hospital em Hospet, onde foi internado como paciente e se encontra sob custódia da polícia.
Como a notícia se espalhou rapidamente, os muçulmanos começaram a atacar igrejas e instituições administradas por cristãos em Hospet, sendo necessária uma proteção policial para ambas.
A Índia encontra-se em trigésimo segundo lugar na Classificação de países por perseguição, fornecida pelo Portas Abertas em 2012.

TCP via Portas Abertas
Tecnologia do Blogger.