Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Evangélico é morto na porta de casa por suposta ordem de traficante

Família acredita que chefe do tráfico na região pode ter achado que Geraldo Silva dedurou mandante, a polícia.
Delegacia de Homicídios esteve no local do crime e encontrou moradores acuados O evangélico Geraldo Gomes da Silva, de 50 anos, foi assassinado na madrugada desta segunda-feira, quando chegava a sua casa localizada na Grota do Ari, no bairro do Jacintinho, em Maceió. Ele era vigilante e se aproximava de sua residência quando foi alvejado por disparos de arma de fogo.
De acordo com informações, o homem teria sido morto por uma suposta ordem de um traficante daquela região chamado “Felipe Cabeção”, o crime pode ter sido praticado por um usuário de drogas e ajudante do tráfico conhecido como vulgo “Mago”.
Agentes da Delegacia de Homicídios (DH) da capital estiveram no local para fazer os primeiros levantamentos acerca do crime e encontraram temor por parte dos moradores da Grota do Ari.
A família do evangélico, disse aos policiais que o mandante do crime pode ter sido o traficante “Cabeção”, haja vista, que segundo ela, outro morador da Grota identificado como Carlos Henrique da Silva Gomes, de 20 anos, foi morto no sábado, dia 19, na porta da casa de Geraldo e como os policiais conversaram com o vigilante no dia do crime, o traficante pode ter acreditado que o homem tivesse ‘dedurado’ quem poderia ter sido. Segundo investigações policiais, “Felipe Cabeção” é acusado de vários homicídios na região do Jacintinho onde se concentram alguns bolsões, isto é, grotas da periferia.

Tribuna Hoje
Tecnologia do Blogger.