Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Professora de religião é expulsa ao pregar 'overdose' de sexo em sala

Catherine Reynolds foi contratada para dar aulas de religião em uma escola de ensino médio pública em Oldham (Inglaterra). De acordo com as diretrizes do colégio, a professora de 27 anos deveria difundir entre os jovens os valores cristãos e falar de outras religiões.
Só que Catherine tem uma outra ideia sobre educação religiosa. A professora pregou um modo de vida oposto, dizendo que os alunos fizessem bastante sexo e com várias pessoas antes de se casarem.
Em uma aula, Catherine chegou a falar sobre uma viagem que fizera a Amsterdã (Holanda), onde assistiu a um espetáculo de sexo explícito envolvendo uma mulher e um cavalo, e revelou ter se submetido a massagem erótica.
Catherine, que é casada e tem uma filha, também falou sobre pílula do dia seguinte e sobre sexo com homens mais velhos. Não parou por aí: ela mostrou para os alunos suas tatuagens nas costas e em uma coxa e exibiu filmes impróprios.
A professora também era conhecida por sua "boca suja". Segundo relato, ela chegou a mandar um aluno "fuck off" ("vá se danar", para ser pudico).
As "lições" pouco ortodoxas acabaram repercutindo entre os pais de alunos, que questionaram no Facebook os métodos de Catherine. A professora deu de ombros e chamou os pais de "atrasados".
A Secretaria de Educação lançou uma investigação e suspendeu Catherine de salas de aula por cinco anos. A professora foi considerada uma "desgraça" para a profissão.
Apesar da revolta dos pais e da Secretaria de Educação, Catherine era muito popular e querida pelos alunos, contou o "Daily Mail", recebendo sempre boas notas em um site de avaliação de professores.

PNF
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.