Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Vândalo do templo da Igreja Ortodoxa Russa é posto em liberdade

Uma corte de Moscou sentenciou o homem que vandalizou um dos principais templos da Igreja Ortodoxa Russa a um ano de prisão. Mas, como já tinha cumprido metade da pena em uma casa de detenção, ele foi liberado.
Yuri Piotrovsky, que jogou tinta em dois ícones da Catedral de Cristo Salvador em setembro passado para protestar contra a prisão de membros da banda Pussy Riot, foi condenado por “vandalismo incitado por ódio religioso”, segundo informou nesta quarta-feira, 20, a agência de notícias RAPSI.
O homem tem 62 anos e apresenta histórico de problemas mentais. Chegou a ser confinado em uma instituição de saúde, mas os especialistas atestaram que ele estava apto para ir a julgamento.
Embora tenha demonstrado arrependimento pelo que fez, dizendo ter até enviado uma carta de desculpas ao Patriarca Kiril, Piotrovsky está proibido de visitar igrejas, templos e outros sítios cristãos pelo período de um ano.

Diário da Rússia
Tecnologia do Blogger.