Header Ads

ATUALIZADAS
recent

'A Bíblia em 100 Minutos'

Em "A Bíblia em 100 Minutos", o reverendo Michael Hinton seleciona as passagens mais importantes das Escrituras e as explica de maneira didática. Da Gênesis ao Apocalipse, o livro, estruturado em 50 capítulos curtos, traz linguagem moderna para os que desejam conhecer a trajetória de Jesus e os fundamentos do cristianismo. Abaixo, leia um trecho de "A Bíblia em 100 Minutos".

PREFÁCIO
Embora a Bíblia seja o livro mais popular do mundo, é também o menos lido. Além de bastante extensa, é sem dúvida muito complexa: seus 66 livros foram escritos ao longo de mais de 16 séculos, por uma grande quantidade de escritores, cada um com um estilo diferente e numa linguagem que remete a uma época antiga.
Mesmo assim, é a história suprema do amor, a biografia do próprio Deus. A Bíblia em 100 minutos reúne os pontos principais desses relatos em uma narrativa acessível, destinada às pessoas que não têm muito conhecimento da fé cristã, mas desejam saber por que a Bíblia é tão popular, e também àquelas que pretendem ter acesso fácil aos elementos centrais da história do cristianismo.
É um livro claro, sucinto e de leitura simples. No entanto, preciso fazer uma advertência: não deixe de lê-lo por causa da violência revelada nos primeiros capítulos. Esse era o contexto social da época, ao qual Deus enviou o próprio Filho, para que Ele pudesse nos mostrar uma nova maneira de viver.
Diferentemente do texto bíblico tradicional, porém, cuja maior parte é dedicada aos séculos anteriores a Cristo, este livro se concentra na vida de Jesus e no impacto que ele teve sobre a sociedade. A razão disso é que Jesus Cristo é o personagem principal para a compreensão das Escrituras.
É como se ele fosse a grande explosão que aconteceu no centro da história - e a Bíblia, o relato desse impacto. Para compreender plenamente o cristianismo, é preciso entender o contexto no qual a Bíblia foi escrita, os textos em si e o significado das Escrituras para aqueles que as leram pela primeira vez. E é isso que A Bíblia em 100 minutos nos oferece de forma tão simples e prática.

Bispo John Pritchard
Oxford, Inglaterra

1. NO PRINCÍPIO No início, Deus criou o céu e a terra em seis dias. Primeiro, Ele criou a luz e a separou das trevas. Depois, fez a abóbada celeste, apartando a água acima e embaixo dela. Então, fez a terra seca e tudo o que nela cresce. No quarto dia, Deus criou o Sol, a Lua e as estrelas; no quinto, as criaturas do mar e as do céu, e, no sexto, os seres da terra, inclusive a humanidade. No sétimo dia, descansou.
Deus fez o primeiro homem, Adão, do pó da terra, e soprou vida nele. Colocou-o no bonito e fértil jardim do Éden, proibindo- o de comer da árvore do conhecimento do bem e do mal que ali crescia. Por não querer que o homem ficasse só, Deus criou a primeira mulher da costela de Adão e a chamou de Eva. Cedendo à tentação da serpente, a mais astuta das criaturas, Eva provou parte do fruto da árvore proibida e deu um pedaço ao companheiro. Como punição, Deus expulsou os dois do jardim, condenou o homem ao trabalho árduo e a mulher à dor do parto e à submissão ao marido.
Adão e Eva tiveram dois filhos: Caim, que era agricultor, e Abel, pastor de ovelhas. Caim ofereceu a Deus o fruto da terra; Abel ofereceu-Lhe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. Deus preferiu a oferta de Abel à de Caim, que então ficou irado e assassinou o irmão. Como punição, Deus sentenciou Caim a tornar-se para sempre um fugitivo errante. Adão e Eva tiveram mais filhos. E assim a raça humana se espalhou e se multiplicou.
Nas gerações seguintes, como a humanidade se tornou cada vez mais perversa, Deus decidiu que seria necessário um novo começo. Então escolheu Noé, o único homem íntegro da época, e lhe ordenou que construísse uma arca grande o bastante para abrigar sua família e um par de cada espécie das criaturas vivas. Depois, Deus enviou o dilúvio, com o qual destruiu todos os demais seres viventes. Quando as águas baixaram, o Senhor criou o arco-íris como um sinal de que jamais destruiria sua criação outra vez.
Depois que o mundo foi repovoado, houve um tempo em que todos falavam a mesma língua. Os povos migraram para a planície fértil de Sinear, entre os rios Tigre e Eufrates. Lá, decidiram construir uma cidade chamada Babel e uma torre que chegaria ao céu. Para impedi- los, Deus confundiu a língua que falavam, a fim de que não entendessem mais uns aos outros, e dispersou-os por toda a terra.

Gênesis 1-11

"A Bíblia em 100 Minutos"
Autor: Michael Hinton
Editora: GMT
Páginas: 112

Livraria da Folha
Tecnologia do Blogger.