Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Jorginho esquece religião e minimiza palavrão no Fla: 'não sou anjo'

Um dos traços mais conhecidos da personalidade do técnico Jorginho é seu conhecido apego pela religião. Assumido como Atleta de Cristo, o atual treinador do Flamengo procura aplicar os preceitos em sua vida cotidiana. No treino de quarta-feira, porém, o comandante perdeu a paciência com Hernane e soltou palavrões, algo pouco comum entre evangélicos.
“Não posso mais falar p**** [ o técnico soletrou a palavra]? Qual o treinador que não fala palavrão? Não posso chegar e dizer: ‘por favor, Hernane, dá para você fazer isso que seus colegas estão reclamando?’. Não sou anjo, sou de carne”, desabafou o treinador nesta sexta-feira.
Durante o treinamento da última quarta-feira, o auxiliar Ailton, que estava bastante próximo à imprensa no momento do episódio, chegou a pedir aos jornalistas que tomassem o palavrão como algo corriqueiro do futebol.
Jorginho lamentou apenas a falta de tempo para conhecer a personalidade de cada um de seus jogadores. O treinador disse que, com o decorrer do trabalho, poderá saber com que atleta pode realizar uma cobrança mais forte, ou de quem precisa de carinho.
“Posso discutir, mas sempre querendo o melhor para o Flamengo. É uma forma de motivar o jogador. O tempo vai me mostrar cada vez mais em quem posso dar dura, quem posso abraçar, cobrar e outras coisas”, disse o treinador.
Apesar da pesada bronca no treino de quarta-feira, o treinador diz ver potencial em Hernane. O atacante ainda não marcou desde que Jorginho chegou ao Flamengo, há quase um mês. O comandante, no entanto, o manterá como titular neste domingo, contra o Fluminense, pela Taça Rio.
“Já falei para os jogadores e diretamente ao Hernane. Você pode ser vencedor se a imprensa ou até mesmo mais ninguém, acreditar. Mas ele [Hernane] tem que acreditar em si mesmo. Ele está passando por um momento difícil, sem fazer gols. E nós também paramos de fazer gols. Com o tempo , ele mostrará o potencial que tem, o artilheiro que é”, disse Jorginho.
A semana de Hernane foi complicada no Flamengo. Em má fase nos campos, o atacante teve de escutar uma sonora bronca de Jorginho na quarta-feira. Na quinta, o jogador ficou de fora de treino por conta de dores nas costas. O treinador acredita que o momento ruim prejudicou até a questão física do centroavante rubro-negro.
“Talvez até mesmo as dores tenham sido agravadas pelo baixo astral que ele tem sofrido”, encerrou.

Uol Esportes
Tecnologia do Blogger.