Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Mulheres já podem orar no Muro das Lamentações

Tribunal da Magistratura definiu que mulheres podem usar o "talit", véu religioso, e fazer suas orações junto ao Muro das Lamentações em Jerusalém. O líder do judaísmo ortodoxo, Shmuel Rabinowitz, disse que vai recorrer da decisão, pois ela fere regulamentos de proteção desse lugar sagrado.
No dia 11 de abril, cinco mulheres foram presas no Muro das Lamentações por realizarem orações no local. O juiz Sharon Larry-Bayly entendeu que elas não violaram a lei e que não existiam, portanto, motivos para processá-las nem tomar medidas contra a organização conhecida como Mulheres do Muro.
Rabinowitz frisou que em 1981 foi regulamentada a prática da oração no Muro das Lamentações, a fim de evitar que ali fossem realizadas cerimônias religiosas que não estejam relacionadas à tradição judaica.
A presidente de Mulheres do Muro, Anat Hoffman, declarou ao Jerusalem Post que a sentença representa um ato de libertação para todo o povo judeu num momento histórico."Conseguimos algo importante para a sociedade israelense e para o mundo judeu”, disse. Há dois anos essa organização reclamava o livre acesso das mulheres ao Muro.

ALC
Tecnologia do Blogger.