Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Cai número de seguidores evangélicos

Em cinco anos, de 2006 a 2011, a Igreja Evangélica da Alemanha (EKD) perdeu 1,5 milhão de fiéis, caindo para 23,6 milhões de alemães. No mesmo período, a Igreja Católica perdeu 1,2 milhão de seguidores, ficando nos 24,5 milhões de pessoas.
Segundo a estatística anual da EKD, também diminuiu no período o número de batismos por ano, de 213 mil em 2006 para 193 mil em 2011. O número de casamentos caiu de 54,7 mil para 48,3 mil. Os frequentadores regulares dos cultos dominicais somavam 1 milhão em 2006, em 2001 só eram mais 900 mil.
A EKD recorre a três motivos para explicar as perdas: razões históricas, econômicas e religiosas. Na extinta Alemanha Oriental, pressões políticas fizeram com que muitos alemães abandonassem a igreja, consequentemente, não batizaram mais os seus filhos, o que tem reflexos, hoje, no número total de seguidores.
Tanto a Igreja Evangélica como a Católica são reconhecidas pelo Estado como entes de direito público, tanto que o Estado recolhe o imposto eclesiástico de acordo com a denominação do fiel e a repassa às igrejas. Para se livrar do imposto eclesiástico, muitos abandonam a instituição.
Por fim, o processo de imigração, trazendo para a Alemanha pessoas que professam outras religiões, como o islamismo, alterou a percentagem dos cristãos no total da população alemã.

ALC
Tecnologia do Blogger.