Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Papa diz que vai perdoar pecados pelo Twitter

O decreto papal que cria regras para a indulgência (remissão da pena temporal, por causa de um pecado já perdoado) dos fiéis que participarem - física ou espiritualmente - da Jornada Mundial traz uma surpresa: também conseguirão absolvição aqueles que acompanharem o evento por meio do Twitter. "Mas é preciso cuidado", recomenda o arcebispo Claudio Maria Celli, presidente do Pontifício Conselho de Comunicação Social. "A indulgência não poderá ser obtida com a mesma facilidade com que se obtém um café da máquina", como afirmou ao jornal italiano Corriere Della Sera.
O documento papal diz que "os fiéis legitimamente impedidos poderão obter a indulgência plenária desde que cumprindo as comuns condições espirituais, sacramentais e de oração, com o propósito de filial submissão ao Romano Pontífice, participem espiritualmente nas sagradas funções nos dias determinados e sigam estes ritos e exercícios piedosos enquanto se desenrolam, através da televisão e da rádio ou, sempre que com a devida devoção, através dos novos meios de comunicação social". Ou seja: não basta seguir o papa no Twitter, tem de participar, ainda que a distância, da JMJ.
"O papa vai postar tweets do Brasil e isso produzirá frutos espirituais autênticos no coração de todos os que acompanham a distância", comenta Celli. "Então, mesmo aquele longe do Brasil vai se sentir envolvido por um vídeo ou uma mensagem. De modo que ele também estará participando da Jornada Mundial da Juventude e, portanto, também terá a indulgência."
No Twitter, os posts do papa são reproduzidos em oito idiomas. Em português, a conta é @pontifex_pt.

Estadão via Alagoas 24 horas
Tecnologia do Blogger.