Header Ads

ATUALIZADAS
recent

DJs organizam "cristotecas", baladas evangelizadoras em bairros da periferia

Uma balada diferente, na qual o consumo de álcool, drogas e manifestações libidinosas são estritamente proibidas, com hora marcada para terminar, à meia-noite, é a nova iniciativa evangelizadora da Igreja Católica em bairros de baixa renda da periferia do Rio e de São Paulo.
A Pastoral de Evangelização Noturna conta com 78 DJs nas duas capitais, responsáveis pelas "cristotecas" ou "baladas santas". Em meio à fumaça branca, Bíblia na mão, o DJ faz uma breve oração e dá início à balada, via de regra abrigada em salão paroquial anexo ao templo.
"Sabemos que a música tem um poder muito grande de penetrar o coração e quando essa música tem como objetivo anunciar uma boa notícia, que é a Palavra de Deus, não resta dúvida de que será eficaz na vida do jovem", declarou o DJ Vitor Sales ao sítio Religión Digital.
O repertório musical também é diferenciado, com canções como "Dançando em Cristo" e "Invade minha alma". A origem dessas festas, contou Sales, remonta a 2003, por iniciativa do padre conhecido como DJ Zeton. A expansão do movimento reuniu os DJs católicos que agora organizam as "cristotecas".

ALC
Tecnologia do Blogger.