Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Igrejas lançam campanha contra a corrupção

Líderes de mais de 30 denominações e organizações evangélicas participaram na sexta-feira, 16, do lançamento da campanha mundial contra a corrupção “Al Descoberto”. A campanha procura sensibilizar e comprometer cristãos e cristãs com o propósito de empreenderem esforços pastorais e de incidência contra a cultura e os atos de corrupção.
Os líderes se comprometeram a desenvolver ações de sensibilização em congregações e ministérios, e de participar nas ações da campanha que contempla a coleta de assinaturas para emitir um Chamado aos Governantes agrupados na coligação do G-20. O documento pretende demandar deles medidas concretas para pôr fim à corrupção. Também promoverão ações de oração e reflexão em torno do papel profético da Igreja frente à corrupção.
No lançamento, o presidente do Conselho Nacional Evangélico (Conep), pastor Enrique Alva, e a diretora executiva da União Nacional de Igrejas Evangélicas Cristãs do Peru (Unicep), Raquel Gago, obervaram que as Igrejas têm uma responsabilidade ética e moral no combate ao incremento acelerado da corrupção nas diferentes instâncias da sociedade, mas especialmente em nível do Estado. As duas entidades auspiciam a campanha.
“A corrupção, que tem consequências graves, especialmente nos pobres da nossa sociedade, é uma manifestação do pecado, e a Igreja não pode ser condescendente com o pecado. Ao contrário, ela tem a responsabilidade de debelá-la", disse Alva. Raquel Gago aplaudiu a união das entidades representativas das igrejas evangélicas no esforço por essa causa.
O ex membro da Comissão Nacional Anticorrupção, pastor Rafael Goto, instou os religiosos a se conscientizarem do impacto positivo que as igrejas podem produzir se decidirem atuar para frear o avanço da corrupção. “A corrupção não só mata, mas também empobrece milhões de pessoas, especialmente os mais pobres”, disse.
Publicação da enquete nacional “Percepção dos peruanos sobre a corrupção”, patrocinada pela ONG PRÓ-Ética – capítulo peruano de Transparência Internacional – revela que 78% da população toleram a corrupção, 91% disseram que peruanos desrespeitam as leis e 93% admitiram que não denunciaram tentativas de suborno.
A diretora da ONG, Cecilia Blondet, disse, no lançamento da campanha, que essa era uma boa oportunidade para demandar do Estado que enfatize a luta contra a corrupção na administração pública.
"Exposed" (Descoberto) é uma iniciativa global de igrejas, denominações e organizações evangélicas que, sob o lema “Acende uma luz sobre a corrupção”, procuram contribuir para pôr fim a esse câncer. A campanha é liderada pela Aliança Evangélica Mundial, Desafio Miqueias, Sociedade Bíblica Americana, Exército de Salvação, Paz e Esperança Internacional, entre outros.
Para assinar o abaixo-assinado contra a corrupção basta acessar https://signup.exposec2013.com/p/desafio?lang=é
A campanha também está presente no Facebook.

ALC
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.