Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Islamitas ocupam mosteiro e fazem freiras reféns na Síria

A luta por Maaloula é estratégica para a Síria e insere-se no contexto da tentativa de dominar a auto-estrada que liga Damasco a Latakia, na costa.
Um grupo de rebeldes ocupou esta segunda-feira o mosteiro ortodoxo de Santa Tecla, na vila cristã de Maaloula, na Síria, mantendo várias freiras como reféns.
Não há, de momento, qualquer informação sobre as condições de cativeiro das freiras ortodoxas.
O mosteiro encontra-se em pleno bairro cristão desta vila onde ainda se fala aramaico, o dialecto falado por Jesus Cristo. A vila, e o bairro cristão em particular, têm sido disputados por rebeldes e forças governamentais desde Setembro, tendo passado várias vezes de uns para outros.
Durante estes confrontos vários cristãos foram mortos por se recusarem a renunciar a fé e converter-se ao Islão. As forças rebeldes que lutam por Maaloula são da Frente Nusra, aliada à Al Qaeda.
Nesta vila encontram-se ainda vários edifícios históricos que comprovam a antiguidade do Cristianismo na Síria e que terão sido danificados durante os confrontos, nalguns casos acidentalmente e noutros como acto de vandalismo por parte de grupos islamitas.
A luta por Maaloula é estratégica para a Síria e insere-se no contexto da tentativa de dominar a auto-estrada que liga Damasco a Latakia, na costa.

Renascença
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.