Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Mosaico cristão de 1.500 anos é desenterrado em Israel

Peça foi chão de uma igreja da época bizantina no sul israelense.
Desenhos incluem representações de diversos animais.
Arqueólogos israelenses desenterraram um mosaico de 1.500 anos no chão do que, na época, foi uma igreja bizantina. O achado está na vila de Aluma, no sul de Israel, e começou a ser escavado há cerca de três meses.
O local foi descoberto durante uma escavação para uma obra. A antiga basílica tem 22 por 12 metros de área. Além do mosaico foram encontradas as bases de colunas de mármore que davam sustentação ao edifício.
Os desenhos do mosaico incluem vários animais, como zebra, girafa, flamingo, leopardo e coelho. Segundo o jornal israelense "Haaretz", um dos desenhos representava também um ser humano, mas foi cuidadosamente destruído.
De acordo com Daniel Varga, o pesquisador que lidera a escavação, isso provavelmente se deve à ação de devotos que, na época do Império Bizantino, se opunham à representação de seres humanos dentro das igrejas.
Não foi encontrada nenhuma inscrição que indicasse como se chamava o local na época em que a igreja estava de pé. Os arqueólogos acreditam que ela servia a diversas comunidades ao longo da estrada entre Ascalão e Jerusalém.

G1
Tecnologia do Blogger.