Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Um pastor e outros 19 cristãos são presos na China

A prisão aconteceu em novembro e só agora, dois meses depois, é que os advogados puderam conversar com seus clientes.
O governo chinês prendeu um pastor e outros 19 cristãos alegando “fraude” e “perturbação da ordem pública”.
De acordo com o site da Portas Abertas a prisão aconteceu em novembro e o advogado do pastor Zhang Shaojie só pode visitá-lo dois meses após a prisão. O advogado Liu Weiguo conseguiu encontrar seu cliente no dia 15 de janeiro, preso desde 16 de novembro, Zhang não conseguia se comunicar com nenhum de seus defensores.
O pastor e outros 19 cristãos foram presos por conta de uma discussão com uma autoridade superior. O motivo da discussão era a disputa pela posse de uma terra envolvendo a igreja.
A discussão aconteceu no dia 15 e o pastor foi preso no dia depois. Zhang faz parte da Igreja Cristã de Nanle County, ligada ao Movimento Patriótico Three-Self, sancionado pelo Estado.
Das 20 pessoas detidas, nove continuam na prisão e três estão desaparecidos. Relatos do China Aid dizem que uma das cristãs, Yang Miling, foi espancada antes de ser presa e seu filho, de 17 anos, foi agredido quando se dirigiu até o hospital para visitá-la.
Os advogados Liu Weiguo e Xia Jun, que trabalham no caso, acreditam que as sentenças do caso serão dadas antes do Ano Novo Chinês, incluindo o julgamento do pastor Zhang.

GP
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.