Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Casal gay milionário abre processo para igrejas serem obrigadas a celebrar casamentos gays

O Reino Unido libera as igrejas de decidirem se querem ou não realizar casamentos gays.
Um casal gay milionário abriu um processo contra a decisão legal do governo, que permite que as igrejas tenham o direito de escolher quando desejam não celebrar um casamento ente duas pessoas do mesmo sexo no Reino Unido.
De acordo com o casal Drewitt-Barlow, eles se sentem no direito como paroquianos de sua comunidade "para utilizar a igreja que querem e questão decididos se casar" sem nenhum impedimento da justiça.
"Não é uma reflexão sobre a nossa igreja local, que tem dado todo apoio para nós. O fato é que entendemos que as suas mãos estão atadas por um grupo maior de pessoas dentro da igreja", avaliou Barrie Drewitt-Barlow.
O casal conta que não se sente à vontade de levar cristãos a um tribunal para reconhecê-los. Contudo, eles enxergam que não haveria outro caminho de efetuar sua vontade, a não ser que fossem até a última instância legal.
"Isso me incomoda muito, pois eu quero muito uma cerimônia grande, com tudo que se tem direito. Eu só não vejo que isso acontecerá de imediato", afirmou, de forma frustrada, Tony, parceiro de Barrie Drewitt-Barlow.
Um projeto de lei do governo britânico legalizou o casamento gay por meio do Parlamento no início deste ano. Os primeiros casamentos do mesmo sexo são esperados, mas a legislação protege a Igreja da Inglaterra sob o direito de optar não realizar cerimônias de casamentos homossexuais.
No entanto, o advogado de direitos humanos Aidan O'Neill diz que a proteção para a Igreja Anglicana é "eminentemente recorrível" no tribunal. Uma cópia do parecer jurídico da defesa foi enviada ao primeiro-ministro britânico David Cameron, mas a legislação segue em vigor.

CP
Tecnologia do Blogger.