Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Cristão devoto, goleiro dos EUA pode virar nome de aeroporto, após fazer história na Copa

Tim Howard fez história após atuação incrível contra a Bélgica nas oitavas da Copa do Mundo.
Apontado por muitos como melhor goleiro da Copa do Mundo 2014, após atuação histórica pelos EUA contra a Bélgica, o jogador cristão Tim Howard poderá batizar o aeroporto da capital federal de Washington D.C., de acordo com petição organizada por seus fãs.
O americano Tim Howard se tornou o goleiro com maior número de defesas difíceis em um só jogo de Copa do Mundo, na partidas das oitavas de final do Mundial 2014, contra a Bélgica.
Durante o confronto frente aos belgas, na última terça-feira (1º), em Salvador), o arqueiro atingiu uma marca de 16 defesas difíceis em apenas um jogo, a maior desde a Copa de 1966, quando a estatística começou a ser coletada, superando o recorde que antes era do peruano Ramón Quiroga, com 13 defesas no jogo contra a Holanda, em 1978.
Embora suas defesas não tenham sido capazes de evitar a derrota de 2 a 1 na prorrogação e a eliminação dos EUA, Howard teve sua brava presença reconhecida por muitos veículos esportivos e redes sociais, e toda a popularidade fez com que um grupo de pessoas se reunissem no site We The People para um abaixo-assinado online.
Em pouco mais de 24 horas, a petição dirigida à administração do governo Obama conseguiu reunir cerca de 10.200 assinaturas. A postagem no site pede que o terminal que hoje se chama Aeroporto Nacional Ronald Reagan passe a ter o título de Aeroporto Nacional Tim Howard.
A área foi inaugurada ainda em 1941, mas o governo federal só concedeu um nome ao local, com a homenagem ao ex-presidente Reagan, em fevereiro de 1998, após aprovação do então presidente Bill Clinton. Antes, o local se chamava apenas Aeroporto Nacional de Washington.
Uma curiosidade foi a justificativa dada pelos fãs do goleiro na descrição da petição, ao mencionarem que a mudança de nome do aeroporto merece atenção por Tim Howard ser quase que um "tesouro nacional" ou até mesmo um "Ministro da Defesa".
O governo federal não ofereceu nenhum parecer a respeito. Para obter uma resposta oficial da Casa Branca, a petição deve reunir cerca de cem mil assinaturas até o dia 31 de julho.
Nesta última terça-feira (2), o presidente Barack Obama conversou com Howard e o meia Clint Dempsey, também conhecido por sua devoção ao cristianismo, para parabenizá-los pela campanha na Copa do Mundo.
Obama afirmou que Howard terá que raspar sua barba para que não o reconheçam quando chegar ao país e for recepcionado por uma enorme multidão que o aguarda.
Após ter integrado o plantel americano em 2006, na Alemanha, ainda como reserva, e ter disputado mais quatro jogos na Copa da África do Sul, em 2010, Howard completou três Copas em seu currículo, tendo sofrido dez gols. Com 35 anos de idade, é provável que o Brasil tenha sido seu último Mundial.

CP
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.