Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Pastor descobre participação de filho em furto e o entrega à polícia de RR

Jovem teria furtado celular com outro rapaz nessa quinta-feira (25).
Pastor disse ter levado filho à delegacia 'por não concordar com crimes'.
Um jovem de 18 anos foi levado à delegacia nesta sexta-feira (26) pelo próprio pai, um pastor evangélico de 44 anos, após ele suspeitar da participação do filho no furto de um celular. Outro rapaz, de 19 anos, também teria cometido o crime. Segundo a Polícia Militar, os dois foram reconhecidos pela vítima, que teve o aparelho tomado quando parou para cruzar uma avenida.
O furto ocorreu nessa quinta-feira (25) no bairro Nova Canaã, zona Oeste de Boa Vista. Um dos suspeitos foi identificado pilotando uma motocicleta usada durante o crime, segundo a polícia.
"A vítima tinha informado a placa do veículo. Estávamos em patrulhamento e vimos a moto circulando na rua. Entramos em contato com a dona do celular e a levamos à casa do piloto após descobrir onde ele mora. No local, ela o reconheceu como sendo um dos autores do furto do celular. Ele negou", esclareceu um policial, acrescentando que o pastor compareceu à delegacia com o filho levando o aparelho.
O pastor disse que entregou o filho à polícia porque não concorda com atitudes criminosas, mesmo acreditando na inocência do jovem.
"Não é certo eu ser conivente com algo errado. Quando ele ligou e contou toda a situação, resolvi trazê-lo à delegacia, mesmo sabendo que ele pode ir para o presídio. Meu filho é trabalhador, evangélico e nunca se envolveu com a polícia. Apesar de ter ficado com o celular, é um rapaz bom. O problema são as companhias e as amizades. O amigo dele que pegou o celular também frequenta a igreja, porém tem um 'histórico problemático'. É complicado", pontuou.
A vítima disse que estava conduzindo a motocicleta quando parou para atravessar uma avenida de acesso à rua onde mora.
"Eles estavam em uma moto. O filho do pastor era quem pilotava e o da garupa foi quem pegou meu celular, que estava no bolso de trás. Ainda tentei segui-los, mas não consegui alcançá-los", resumiu. Ela acrescentou ter reconhecido o filho do pastor quando ele chegou à delegacia.
Os jovens foram levados à Central de Flagrantes 1, no 5º Distrito Policial. Até a publicação desta matéria, eles não haviam sido ouvidos pelo delegado plantonista.

Publicado no G1
Tecnologia do Blogger.