Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Musa do Rock in Rio de 1985, Nina Hagen é agora cantora evangélica

Cantora afirma que Jesus é seu empresário e que pertence a Ele mais do que nunca.
Nina Hagen tinha 30 anos quando subiu ao palco do Rock in Rio naquele janeiro de 1985. Foram duas noites em que a musa punk incendiou a primeira edição do festival. Com sua voz potente e frenética, a alemã não só enfeitiçou o público como deixou o cantor Supla encantado, a ponto de fazer uma participação no clipe dele, “Garota de Berlim”. Hoje, com 59 anos, Nina ainda mantém um visual excêntrico, mas seu estilo mudou radicalmente: ela, agora, é uma cantora gospel.

Pegada evangélica
Em 2009, aos 55 anos, Nina foi batizada em uma igreja protestante. Ela afirma que o batismo a salvou, porque as coisas iam mal, convivendo muito de perto com as drogas e a morte. Então, em 2010, ela lançou o álbum “Personal Jesus”. Entre os títulos de algumas canções estão “God’s radar”, “Just a little talk with Jesus” e “Take Jesus with You”. Em 2012, veio outro álbum com o mesmo estilo: “Volksbeat”, com faixas sobre justiça social e paz, causas cristãs também. A trajetória da cantora faz lembrar nossa Baby do Brasil, que viveu em comunidade hippie com os Novos Baianos, tingiu os cabelos de todas as cores possíveis, batizou filhos com nomes extravagantes e, hoje, é popstar evangélica.

Jesus no comando
Mãe de dois filhos já adultos, Cosma Shiva, de 33 anos, e Otis Challier, de 24, Nina não se aquietou no comportamento serelepe nem na maneira de se vestir só porque se tornou evangélica. O que ela afirma é que Jesus é seu empresário e que pertence a Ele mais do que nunca.

Publicado no Extra
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.