Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Cristo ganha concorrente em altura

Cidade no interior mineiro vai construir estátua com dois metros a menos do que o famoso cartão postal carioca.
Cristo Redentor no Rio ganhará concorrente em tamanho. Novo monumento será construído no município mineiro de Itanhomi (MG), que fica a 309 km de Belo Horizonte. O projeto aprovado prevê uma estátua do Sagrado Coração de Jesus no morro do Cruzeiro, a área mais alta da cidade. A peça, que ficará no interior de Minas Gerais, terá apenas dois metros de altura a menos do que o famoso ponto turístico carioca. O custo da obra está estimado em R$ 200 mil.
A estátua da cidade mineira de 12 mil habitantes foi projetada pelo artista plástico Evandro di Caetano e terá 28 metros de altura e mais três metros de pedestal. Já o Cristo Redentor no Rio possui altura de 30 metros, e outros oito metros de pedestal.
De acordo com o projeto, o chamado Sagrado Coração de Jesus de Itanhomi vai ter uma escada interna de 72 degraus, que equivalem a seis andares. A construção dará acesso a um mirante para cerca de dez pessoas no peitoril da estátua, no coração de Jesus, que terá a cor vermelha. O manto será branco. O monumento ficará em frente à catedral da cidade, que tem o mesmo nome.
A estátua colorida receberá pintura de tinta epóxi, que é mais resistente à deterioração. Ficará montada numa estrutura de ferro e os braços serão de concreto armado. Com peso estimado em 30 toneladas, a peça terá estrutura oca, moldada à mão em argamassa.
Caetano, além de ser autor do projeto, assumiu a responsabilidade pela execução da obra. A construção do Sagrado Coração deve durar seis meses de trabalho. A equipe envolvida no projeto é composta por 20 pessoas. Para concluir as obras, será necessário recorrer a políticos e empresários da região.
A prefeitura local não mexerá em seu orçamento para ajudar nos trabalhos. O consultor jurídico da Prefeitura de Itanhomi, Leonardo da Gama Lima, informou que o município entrará apenas com a mão de obra.
Segundo Lima, que também é consultor da Câmara dos Vereadores, o dinheiro pode vir de emendas parlamentares dos seis deputados — três estaduais e três federais — votados na cidade. Empresas também serão procuradas. Mas não haverá campanha para arrecadar recursos entre a população.
De acordo com Evandro di Caetano, nas próximas semanas o restaurante, a lanchonete, o estacionamento e os banheiros no alto do morro do Cruzeiro serão construídos. Conforme Lima, o projeto foi aprovado pela Câmara de Vereadores há mais de dez anos, e, embora constasse dos orçamentos das sucessivas administrações do município no período, nunca pôde ser executado.
A Prefeitura de Itanhomi — que tem economia baseada na pecuária leiteira, e cerca de 30% da população de 12 mil habitantes morando na zona rural — tem orçamento de R$ 32 milhões para 2015.

Publicado em O Dia
Tecnologia do Blogger.