Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Igrejas oferecem retiros e até um bloco durante o Carnaval em BH

Religiosos buscam outras possibilidades para o período de folia; acampamentos, retiros e até o desfile da Mocidade Dependente de Deus estão entre as opções.
Apesar do Carnaval ser originalmente uma festa de deleites e entregas aos prazeres da carne antes das privações e penitências da quaresma, grupos religiosos usam o período para uma temporada de fé e reflexão. Em Belo Horizonte, são várias as opções de retiros, acampamentos de comunhão e até mesmo um bloco que busca pregar a palavra de Deus apoiado por uma bateria com 80 membros.
Apenas na capital, de acordo com o site da arquidiocesede BH, são 12 retiros oferecidos em diferentes regiões da cidade. O economista João Henrique Soares do Couto, de 34 anos, já participa de retiros há algum tempo e conta que busca este tipo de espaço para encontrar um relaxamento espiritual, longe da correria do trabalho e da vida. Ele avalia que esta é uma forma diferente de quem busca o carnaval como uma forma de extravasar. "São dois dois caminhos distintos, mas em tese estão no mesmo sentido, que alguns buscam para se sentirem melhor", conta. Este ano ele vai acompanhar o retiro realizado pelo santuário de São Judas Tadeu, no bairro da graça, que vai da sexta-feira(13) até o domingo (15).
Já o diretor de arte Samuel Matos, de 25 anos, vai acompanhar outros fieis em um dos acampamentos de Carnaval realizados pela oitava igreja presbiteriana de Belo Horizonte. De acordo com ele o objetivo destes espaços são evangelizar e fortalecer a fé dos participantes. O acampamento "Ondas de Fé" irá reunir 300 jovens com mais de 18 anos em um centro de convenções em Mateus Leme. "Não encaramos como uma alternativa ao carnaval, mas como uma oportunidade de comunhão", explica.
Voltada para os adolescentes, a "Metanoia 2015", vai receber 300 jovens entre 13 e 17 anos da mesma igreja em um sítio de Santa Luzia. Nos dois eventos as vagas para pernoite estão esgotadas, mas os interessados em participar das atividades ao longo dos dias podem entrar em contato com o Pastor Eduardo Borges pelo telefone 8430-8095 para ter maiores informações.
Uma iniciativa bem diferente é a adotada pelos membros do bloco Mocidade Dependente de Deus, formada por membros da Igreja da Lagoinha e que vai desfilar na Afonso Pena com uma bateria de 80 pessoas na Afonso Pena entre domingo(15) e terça-feira(17). Criada pelo pastor Tiago Guedes, de 26 anos, e com o bordão "Jesus, top da alegria", o grupo vai aproveitar o movimento da festa para "pregar a palavra de Deus". "Decidimos montar o bloco por estarmos inconformados com o exagero de drogas e do álcool durante o Carnaval", conta.
Ele explica que a proposta também tenta romper o preconceito de que a igreja fosse fechada e bitolada. Questionado sobre se este é o melhor espaço para tentar ganhar novos fieis, ele conta que terá uma grande equipe para falar e ouvir as pessoas durante o desfile e que a experiência foi realizada no Carnaval de Ouro Preto com bons resultados. A expectativa é que o bloco ganhe força se torne uma escola de samba. A concentração da Mocidade Dependente de Deus, durante os três dias de desfile será a partir das 13h na Rua Tupis, 51, no centro.

Publicado no Jornal O Tempo
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.