Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Encapuzados incendeiam igreja católica no Iêmen

Um responsável dos serviços de segurança disse que "o ataque pode ser obra (de jihadistas) da Al-Qaeda", muito assentados no sul do Iêmen.
A igreja de São José em Crater, um dos principais bairros desta cidade portuária, estava em chamas pela manhã, depois de ter sido saqueada na véspera, contaram duas testemunhas. Acrescentaram que a cruz situada no alto do edifício foi destruída na terça-feira. "A igreja está em chamas", declarou à AFP um habitante de Crater, Moetaz Maysur. "Homens armados atearam fogo", disse.
Outro habitante, Isa Mayhub, se declarou surpreso pelo incêndio na igreja provocado, segundo ele, por homens encapuzados.
A insegurança segue reinando em Áden, dois meses depois de sua reconquista pelas forças pró-governamentais iemenitas que lutam contra rebeldes xiitas pró-iranianos. Em agosto, membros da Al-Qaeda foram vistos na cidade.
O ataque à igreja coincide com a chegada, na quarta-feira a Áden, de sete membros do governo iemenita no exílio, liderados pelo vice-presidente e primeiro-ministro Khaled Bahah, segundo uma fonte parlamentar.
A prática de religiões que não sejam o Islã não parou de retroceder desde a unificação do Iêmen em 1990.
Áden era até 1967 uma cidade-Estado administrada pelos britânicos com dezenas de igrejas, templos e sinagogas. Atualmente restam poucas igrejas no Iêmen.

Publicado em AFP via Yahoo
Tecnologia do Blogger.