Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Governo de Israel garante realização de jogos de futebol aos sábados

O assessor jurídico do governo de Israel, Yehud Weinstein, autorizou que os clubes de futebol do país disputem partidas aos sábados, dia reservado ao descanso no judaísmo, visando evitar assim uma paralisação nas competições.
A afirmação foi veiculada nesta quinta-feira no jornal esportivo "Yedioth Ahronoth". Com a decisão, cabe agora aos dirigentes das equipes, federação e liga, decidirem se a rodada do fim de semana em todas as divisões do Campeonato Israelense será disputada. No mês passado, uma juíza israelense advertiu que os jogadores de futebol estavam violando a legislação, por não terem nenhum tipo de autorização para atuar no dia do sabá.
A federação e a direção da liga de futebol de Israel responderam que, após a advertência judicial, não violariam a lei, por isso, todas as partidas, das divisões de base e de equipes principais, foram suspensas de forma indefinida.
O assessor jurídico e a promotoria do país realizaram uma reunião e concordaram que não havia necessidade de mudar a política existente sobre a disputa de jogos de futebol aos sábados, prática que ocorre a décadas, publicou o "Yedioth Ahronoth".
O presidente da federação de futebol israelense, Ofer Eini, já antecipou que os jogos inicialmente programados para este fim de semana, deverão ser realizados. O mandatário lembrou que é impossível conciliar a disputa de jogos de competições oficiais nos demais seis dias semana, apenas.
Anteontem, a ministra da Cultura e Esporte, Miri Regev, pediu em entrevista coletiva que todas as partes envolvidas dialogassem para acabar com o imbróglio, que se agravou depois que 240 atletas da primeira divisão do país fizeram abaixo-assinado para não jogar aos sábados.
A polêmica começou em agosto, quando jogadores da segunda divisão apresentaram recurso contra a decisão de federação e liga de passar os jogos da competição para sábado, em lugar de quinta e segunda-feira, como acontecia a cada rodada.
A decisão atendia a interesses de patrocinadores e de emissoras de televisão.

Publicado no R7 com informações da EFE
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.