Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Pastor é estrangulado dentro da própria residência em Ji-Paraná, RO

Corpo foi visto por um amigo, que entrou na casa procurando pelo religioso.
Mulher e filho dormiam no local e só acordaram após a chegada da polícia.
Um pastor de 55 anos foi encontrado morto, no domingo (11), na casa em que morava com a mulher e o filho, no terreno da Igreja Batista Peniel, bairro Jardim dos Migrantes, em Ji-Paraná (RO), a 374 quilômetros de Porto Velho. De acordo com a Polícia Militar, Expedito Evangelista foi estrangulado e golpeado na cabeça com um objeto pontiagudo.
Conforme o boletim de ocorrência, o cadáver foi achado após um colega do pastor ir até a igreja. Ao chegar no local, a testemunha encontrou as portas do templo fechadas, mas o portão lateral que dá acesso a casa da vítima estava aberto. O amigo então foi até a casa de Expedito e, ao encontrar a porta da residência destrancada, decidiu entrar, momento em que viu o corpo da vítima em cima do sofá.
Após ser chamada, a perícia da Polícia Civil confirmou o estrangulamento e os golpes com objeto pontiagudo na cabeça da vítima. A esposa e o filho do pastor, que estavam dormindo na casa, foram acordados pelos policiais logo depois de o corpo ser retirado do local.
Em depoimento, a mulher de Expedito contou à polícia que, por volta das 21h30 de sábado (10), conversou com seu marido e se recolheu para dormir, junto com o filho. O pastor foi dormir minutos depois, mas ela acredita que ele tenha acordado durante a noite, pois tinha o hábito de estudar de madrugada. A esposa ainda afirmou que não ouviu nenhum barulho suspeito dentro da casa durante a noite.
O velório do pastor aconteceu na manhã desta segunda-feira (12), na Igreja Batista Peniel e reuniu vários amigos, familiares e fiéis. Segundo um amigo da vítima, Kelvin Novaes, o religioso era uma pessoa calma e não tinha inimigos. "Éramos bem próximos e tínhamos um relacionamento quase familiar. A gente sempre resolvia questões administrativas da igreja e ele sempre foi atencioso, carinhoso com todos e preocupado com o ministério", relatou. O sepultamento do pastor deve acontecer ainda nesta segunda-feira.
A Delegacia de Polícia Civil de Ji-Paraná deve investigar o homicídio.

Publicado em G1


'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.