Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Estado Islâmico ocupa todas as igrejas de uma cidade e fazem um “limpa” contra cristãos

Depois de mais de uma década de violência sectária e a ascensão de grupos terroristas jihadistas, cristãos e outras minorias no Iraque estão em vias de extinção total.
O jornal No Way Home publica um novo e chocante relatório: minorias do Iraque estão à beira do desaparecimento, a realidade de vida dos cristãos é exposta. Na maior reduto do Estado Islâmico, igrejas e casas de cristãos foram totalmente saqueadas, destruídas ou ocupadas pelos jihadistas militantes. Cristãos que ainda residem em Mosul são forçados a pagar taxas de proteção exageradas, caso contrário, são executados.
Cerca de 50 igrejas foram saqueadas, destruídas ou ocupadas na cidade de Mosul.
Fora cristãos, um grande número de outras minorias étnicas e religiosas do Iraque, também foram assassinados, mutilados ou sequestrados, enquanto um número desconhecido de mulheres e meninas foram forçadas a casar ou se tornarem escravas sexuais desde a tomada de Mosul pelo EI, em junho de 2014.
O relatório do No Way Home, disse ainda haver um “grande êxodo de cristãos para países vizinhos. Além desse êxito, devido às ofensivas por causa das duas últimas guerras, a população do Iraque caiu de 1,4 milhão para 250 mil atualmente”.
Muitas instituições de caridade estão impedidas de realizar seu papel social por força do EL. Eles também relatam o caos, a opressão, o terror de um país dominado por homens selvagens e sem compaixão.

Publicado em A Voz dos Mártires


Tecnologia do Blogger.