Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Terceiro templo a caminho conforme os sacerdotes preparam o ritual do Shabat

De frente para o Menorah está o rack especial segurando os 12 panim lechem (mostra de pães).
Junto a cada fileira coloque um pouco de incenso puro como porção memorial para representar o pão e ser uma oferta ao Senhor preparada no fogo. – Levítico 24:7

No último sábado(17), uma encenação do ritual do Shabat, ocorreu na cidade sagrada de Hebron, dando aos participantes um gostinho de como era o serviço no Templo durante os tempos bíblicos, dando um passo prático para a preparação do Terceiro Templo.
Mais de 80 participantes foram recebidos em Hebron, sexta-feira(16), para a iluminação da Menorah do Templo, iluminado por Shimshon Álbum e rabino Yaakov Hayman, o presidente recém-eleito do Movimento do Templo.
O panim lechem é o pão ázimo(ou asmo), semelhante à matzá comido na Páscoa, e os 12 pães são obrigatórios por mandamento bíblico a estarem em exibição no interior do santuário do Templo em todos os momentos. Copos de incenso misturados com sal foram colocados sobre o pão.

“Apanhe da melhor farinha e asse doze pães, usando dois jarros para cada pão. – Levítico 24:5.

Antigamente, na época do Templo, os Cohanim (homens da casta sacerdotal judaica) eram separados em grupos familiares e vinham para Jerusalém servir no Templo uma vez por semana em cada ano. O novo grupo de sacerdotes (descendentes destes Cohanim) chegaram na sexta-feira(16) para começar seu serviço no sábado. Na tarde de sábado, os sacerdotes que saíram, removeram o pão que havia sido exibido por uma semana, e os substituiu por pão recém-assado.

Esses pães serão colocados regularmente perante o Senhor, cada sábado, em nome dos israelitas, como aliança perpétua. – Levítico 24:8.

As duas famílias Kohen, então se juntaram em uma refeição, e comeram os panim lechem (mostra de pães) que acabara de ser substituído.
O panim lechem (mostra de pães) retornaram neste sábado, quando as gerações atuais de Cohanim reencenaram a festa como seus ancestrais costumavam fazer no Templo, participando da panim lechem vestidos com as roupas especiais, preparadas para ser usado no Terceiro Templo.
O evento foi organizado pelo recém criado Sinédrio. O Rabino Hillel Weiss, porta-voz do Sinédrio, explicou por que Hebron e não Jerusalém foi escolhido para o evento.
“O primeiro sacrifício aconteceu quando Abraão sacrificou um carneiro no lugar de Isaac, de modo que o serviço do Templo é realmente enraizado aqui, onde os patriarcas estão enterrados”, disse o rabino Weiss ao Breaking Israel News.
Abraão ergueu os olhos e viu um carneiro preso pelos chifres num arbusto. Foi lá, pegou-o e sacrificou-o como holocausto em lugar de seu filho. – Gênesis 22:13.
“Antes de estabelecer sua realeza e os fundamentos do Templo em Jerusalém, o rei Davi estava sete anos em Hebron”, disse o rabino Weiss. ” As sementes do Messias que irão crescer em Jerusalém e trazer de volta o serviço do Templo estão plantadas aqui em Hebron”.
Tzipporet Chezi, um membro do grupo de defesa Mulheres do Templo, organizou a logística. Ela explicou que o evento não se destina a comemorar os Templos perdidos, mas um olhar para o futuro.
“A cerimônia esta acontecendo como uma preparação para o futuro, para o Terceiro Templo”, disse ela.
O presidente do Movimento do Templo, rabino Hayman, explicou por que o grupo sente que é necessário tomar medidas para construir o Terceiro Templo hoje.
“O templo não é apenas uma coisa histórica”, disse o rabino Hayman, “Ele traz paz ao mundo, e o mundo não funciona adequadamente sem ele”.

Publicado em Breaking Israel News


Tecnologia do Blogger.