Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Mercado aposta em "boom" de operadoras evangélicas no Brasil


Você se lembra quando noticiamos aqui no Notícias Cristãs que a Assembleia de Deus inaugurou a primeira operadora evangélica do país? Para quem duvidava da prosperidade desse mercado, saiba que as apostas para o nicho estão quentes: em 2017, é provável que vejamos um boom de operadoras evangélicas no Brasil.
Chamada Mais AD, a operadora que surgiu no país em 2015 foi a pioneira no modelo. Ela era dedicada especialmente aos fiéis do Ministério de Belém, o maior da Assembleia, com 8 milhões de membros em todo o Brasil. E a operadora já conta com uma base de 12 mil assinantes apenas em São Paulo, capital, cidade onde tem cobertura. No entanto, tem planos de expandir sua área de atuação para outros estados brasileiros neste ano, e vai iniciar sua nova fase no Nordeste.
Além da pioneira, já existe outra operadora que vincula seus serviços à religião. A Mais ADSA surgiu em setembro, com foco no Ministério de Santo Amaro, outra convenção da Assembleia de Deus atuante no estado de São Paulo. Com uma cartela de 80 mil seguidores, Santo Amaro já emitiu 6 mil chips.
Ambas as prestadoras têm em comum uma operadora virtual (MVNO) chamada Movttel, que utiliza a rede e o sistema de billing e atendimento ao cliente da Vivo.
Em entrevista à Mobile Time, a CEO da empresa, Aline Storchi, revela que ela já fechou contrato com mais duas igrejas de grande porte. Uma das novas operadoras vai fazer sua estreia no carnaval e a outra em algum momento de 2017.
O funcionamento é baseado no da Vivo, já que as MVNOs utilizam sua estrutura. Ou seja: apesar dos planos oferecidos serem 100% pré-pagos, o modo de pagamento e os preços praticados pela Movttel são os mesmos a que os clientes da Vivo estão submetidos. Tanto os chips quanto as recargas têm pontos de venda dentro das igrejas, no entanto, os assinantes podem comprar mais créditos em qualquer um dos pontos de venda da Vivo espalhados pela cidade.

Público fiel
Os evangélicos são extremamente fiéis não só à Igreja, mas também aos produtos lançados por ela. E isso constitui a maior vantagem do negócio. "A nossa base de clientes tem um ARPU maior e um CHURN menor que a média do mercado, em função do comprometimento do nicho", conta Aline.
A Movttel desenvolve aplicativos e serviços direcionados ao público, com conteúdo sob medida para cada igreja. A própria empresa faz a pesquisa e desenvolve serviços de valor adicionado, reinventando produtos e adequando-os ao perfil de seus clientes. Assim, convence os fiéis a migrar de seus planos atuais na base da competitividade, mas também direcionando vantagens exclusivas.
A empresa conta com um laboratório especializado em produção de conteúdo para as suas MVNOs. Entre os apps desenvolvidos até agora estão o Círculo de Oração, uma rede social para fiéis criada nos moldes do Facebook, e o Mais Conhecimento, um game com perguntas e respostas bíblicas que se pode jogar online, desafiando amigos (desenvolvido em parceria com a Qranio). A maioria dos conteúdos é gratuita, com custo embutido no lançamento de cada MVNO.
Apesar do sucesso do nicho, a aposta da Movttel vai além do público gospel. Novas ideias incluem MVNOs de clubes de futebol, instituições financeiras e até grandes empresas.

Originalmente publicado em Canaltech


'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.