Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Israel é a fonte das informações que Trump revelou à Rússia

Judeus oram no Muro das Lamentações na cidade velha de Jerusalém, em Israel 
A revelação acontece poucos dias antes da viagem do presidente americano ao país.
As informações secretas que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou ao ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, em encontro na Casa Branca na semana passada, teriam sido fornecidas por Israel, informou o jornal The New York Times, que teve contato com uma autoridade americana e um ex-funcionário de Washington familiares com o caso. A informação deve complicar ainda mais o primeiro giro internacional de Trump,que começa na semana que vem e inclui Israel no roteiro.
As relações entre os dois países ficaram tensas depois que um funcionário encarregado de preparar a visita do presidente americano à Israel declarou que o Muro das Lamentações, considerado o local mais sagrado do judaísmo, não pertenceria ao país, e sim à Cisjordânia, ponto nevrálgico no conflito israelense-palestino. O incidente foi relatado pelo jornal local Times of Israel e provocou uma dura reação do governo israelense e obrigou a Casa Branca a retratar-se: “Os comentários sobre o Muro das Lamentações não foram autorizados e não representam a posição dos Estados Unidos e certamente não a do presidente”, afirmou em comunicado.
Israel é um dos aliados mais importantes americanos e fonte de informações no Oriente Médio. A revelação de que o Trump gabava-se de algumas das informações mais sensíveis de Israel para os russos poderia prejudicar a relação entre os dois países. Também levanta a possibilidade de que a informação possa ser transmitida ao Irã, ao aliado próximo da Rússia e principal ameaça de Israel no Oriente Médio.
As autoridades israelenses não confirmaram ser a fonte de informação sobre o possível ataque terrorista. Em comunicado enviado ao jornal, o embaixador de Israel nos Estados Unidos, Ron Derner, reafirmou que os dois países trocam informações de contraterrorismo.

Publicado originalmente em Veja
Tecnologia do Blogger.