Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Evidência científica é encontrada a partir de história da Bíblia


Pesquisadores da Universidade de Cambridge fizeram uma descoberta que pode alterar cronologia do mundo antigo.
Uma nova evidência científica pode comprovar um trecho de uma história da Bíblia. Pesquisadores da Universidade de Cambridge indicam que o livro mais lido de todos os tempos contém o registro do eclipse mais antigo do qual se tem notícia.
Com uma nova teoria sobre os eclipses e as variações do movimento de rotação da Terra, o estudo indica que o eclipse bíblico pode ter sido anular (quando um anel de fogo é visível em torno da sombra da Lua).
Se validada pela comunidade científica, a descoberta pode alterar cronologia do mundo antigo. Ela determinaria com maior precisão o período do faraó Merneptá na dinastia egípcia, bem como o de seu predecessor imediato, Ramsés, o Grande. O eclipse pode ter acontecido na tarde do dia 30 de outubro de 1207 antes de Cristo.
Com o novo cálculo, o reinado de Merneptá teria começado entre 1210 ou 1209 A.C. Com isso, a época de Ramsés teria sido entre 1276 e 1210 AC, com precisão de mais ou menos um ano.
A hipótese científica foi criada a partir da interpretação de uma passagem da Bíblia, levando em conta que termos relativos a eclipses foram usados em traduções.
O trecho do Livro de Josué (10:12-14) é o seguinte:

“Então Josué falou ao Senhor, no dia em que o Senhor entregou os amorreus na mão dos filhos de Israel, e disse na presença de Israel:
Sol, detém-se sobre Gibeão, e tu, Lua, sobre o Vale de Aijalom.
E o Sol se deteve, e a Lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos.
Não está isto escrito no livro de Jasar? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro.”

O eclipse reportado na Bíblia seria o único anular visível de Canaã no período entre 1500 e 1050 AC.
No entanto, historiadores e astrônomos ainda precisam continuar a investigar o caso.

Publicado em Exame
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.