Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Produção vinícola deste ano em Israel supera as expectativas, confirmando uma antiga profecia bíblica!


Enquanto a produção vinícola mundial caiu para valores recorde, os barris das destilarias israelitas estão a abarrotar com uma abençoada produção de vinho que confirma sem sombra de dúvida as profecias de Joel.
Muitos voluntários cristãos vieram até às vinhas de Har Bracha para ajudar na vindima, tal como tem acontecido nestes últimos doze anos.
Este ano, cerca de 200 voluntários cristãos compareceram para a apanha das uvas que ainda pareciam demasiado verdes para a vindima, só que, como que por milagre, no espaço de uma semana, todas elas foram amadurecendo, e logo se iniciou a colheita.
Só que a colheita foi tão abundante que não havia barris suficientes para conter todo o vinho produzido pelas uvas. Para muitos, este é o cumprimento da profecia de Joel 2:24: "E as eiras se encherão de trigo, e os lagares transbordarão de mosto (vinho) e de azeite."
A profecia refere-se não apenas à abundância, mas também à honra que isso traria a Israel: "Eis que vos envio o trigo, e o mosto, e o azeite, e deles sereis fartos, e vos não entregarei mais ao opróbrio entre do gentios" (Joel 2:19).


Esta abundante produção vinícola em Israel contraria a grave queda na produção dos maiores produtores mundiais, especialmente na Europa, devido às grandes vagas de calor. Na Califórnia, os grandes incêndios também prejudicaram gravemente a produção do famoso vinho local.
Há produtores em Israel que confessam terem ficado espantados, pois que, tendo cortado a produção de forma a melhorar a qualidade dos vinhos, não só foram surpreendidos pela grande qualidade, como pela quantidade, algo "nunca visto nestes últimos 20 anos em Israel."
A bênção da abundância de vinho não atingiu só a região vinícola dos Montes Golan, mas até mesmo a região da Samaria e de Hebron.

Publicado originalmente em Shalom Israel
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.