Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Padres casados fazem encontro

Eles foram excluídos do ministério sacerdotal, com ou sem a necessária dispensa do compromisso do celibato concedida unicamente pelo papa, para aceitar os desejos da carne e seguir o coração. Defendem que "uma vez padre, sempre padre" e, por esse motivo, não gostam de usar a palavra "ex". Nesta semana, os padres casados de todo o País se reunirão na cidade vizinha de Brodowski, em encontro organizado por um padre casado de Ribeirão Preto, para discutir ideias e falar sobre o que o fizeram deixar a Igreja Católica: a mulher.
O Encontro Nacional dos Padres Casados ocorre a cada dois anos, promovido pelo Movimento Nacional dos Padres Casados, e está na sua 18ª edição. É a primeira vez que ocorre na região de Ribeirão —a última foi em Recife, que contou com a presença de 60 padres casados e suas famílias.
"Mais do que discutir o papel da mulher na história, na sociedade ou na Igreja, o encontro irá focar a harmonização do masculino e do feminino", afirmou o organizador do encontro, o padre casado Mário Palumbo. Ex-monge beneditino, empresário e professor universitário aposentado, ele decidiu largar a batina depois de 12 anos atendendo como Dom Martino.
"Ela trabalhava na Igreja e sempre foi uma mulher inteligente, resolvia todos os nossos problemas", disse Palumbo sobre a sua mulher, Margarida Palumbo, "única mulher que conheci em toda a minha vida", disse. O casamento ocorreu em dezembro de 1970.
Decidir sobre deixar ou não a Igreja foi difícil. O padre casado Vanilson Alberto Soares, junto com uma mulher há nove anos, lembra que também passou por momentos de crise até decidir ficar com a mulher dele, Magali Aparecida Assunção. "Não me lembro como começou, mas de repente eu já estava envolvido emocionalmente com ela", afirmou ele.
O conflito com o celibato é considerado um dos grandes desafios do sacerdócio e é um dos problemas mais sérios do Vaticano. De acordo com o Movimento Nacional dos Padres Casados, nos anos 70, dez mil padres se casaram em todo o mundo e hoje, o número saltou para 120 mil. No País, os números eram 200 na época e hoje, saltou para 4 mil. Com o clero de 15 mil padres, existe hoje um padre casado para cada quatro solteiros no País.

Gazeta de Ribeirão/Notícias Cristãs

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.