Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Pastor pode ser demitido depois de escrever no Facebook “pecar é tão divertido”

Religioso pediu desculpas por “comentários impróprios”, mas fiéis estão revoltados.
Pastor pode ser demitido depois de escrever no Facebook “pecar é tão divertido”.
Paul Shackerley é o pastor anglicano responsável pela igreja de St. George, em Doncaster, norte da Inglaterra. Mas depois de certos comentários postados por ele no Facebook, poderá deixar o posto em breve.
Sua série de frases consideradas ofensivas começaram em um sábado no início do ano: “Acho que vou colocar meus pés para cima. Eu não fiz m*** nenhuma hoje além de estudar jazz e visitar um amigo. Já ouço o borbulhar da água tônica que coloquei no meu copo de gin”.
Algum tempo depois seguida vieram outras. “Ai, eu tenho religião amanhã. Felizmente não sou eu quem pregará esta semana. Tenho de pregar na próxima semana em St Mary Abbotts [sic] Kensington. Espero que seja algo bom hein?”. Posteriormente postou uma foto sua ao lado de um boneco de neve, e escreveu: “Perdoem o meu pecado de frivolidade. O pecado é tão divertido! Mas eu não tenho um relacionamento impróprio com Snowy, que deveria ser chamado apenas de “boneco de neve” para ser mais politicamente correto”.
Um comentário de outro pastor só deixou as coisas pior: “Você me fez mijar de rir! H, você é tão engraçado! Foi bom para compartilhar como você o almoço de ontem no “evento” sobre a falta de moradia. Eu digo ‘evento’. Aquilo não foi um culto, né? Espero que você tenha conseguido chegar em casa bem. Já era tarde quando os pastores da Igreja Reformada e os Metodistas terminaram. Que bom que somos anglicanos, hein?”.
Alguns fiéis da igreja imprimiram a página de Facebook do pastor e anexaram uma carta endereçada aos líderes da igreja anglicana da região, incluindo o Bispo de Sheffield, Steven Croft, e o superior direto do pastor Paul, Peter Burrows, bispo de Doncaster.
Um trecho da carta dizia: “O seu colega sacerdote usa uma linguagem que a maioria de nós considera imprópria para um homem que ocupa essa posição. Seu comportamento atual o torna totalmente incapaz de servir a catedral ou o povo de Doncaster. Aliás, ele é totalmente incapaz de servir a Igreja, na opinião de muitos moradores de Doncaster”.
Curiosamente, no mês passado, o pastor Shackerley escreveu sobre os perigos da internet no boletim da igreja. Ele disse: “Eu conheço empregados que receberam avisos disciplinar e até foram demitidos por causa de postagens inadequadas”.
O Bispo de Doncaster afirma que já falou com o pastor e aproveitou para lembrar que os líderes religiosos devem estar cientes que o seu trabalho e sua vida privada não são coisas completamente distintas.
O pastor Shackerley apagou as frases polêmicas de sua conta no Facebook e publicou um comunicado no site da igreja, dizendo que lamenta ter usado linguagem inapropriada e pediu desculpas à comunidade.
Mesmo assim, fiéis continuam pedindo a saída dele da igreja, alegando também que seus piercings no rosto e na língua, tornam Shackerley uma figura pouco agradável.

Notícias Cristãs com informações de Huffington Post e Telegraph via Gospel Prime

Um comentário:

  1. maluco sem noção. deve ser um desses que rouba o dizimo e come crianças... além de pastor, é pinguço hahahahahahahahahahahahahahahahahahahaa

    ResponderExcluir

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.