Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Polícia investiga pastor evangélico acusado de ter estuprado menina de 13 anos no Valentina de Figueiredo

Um pastor da Igreja Pentecostal sediada no Conjunto Valentina de Figueiredo, em João Pessoa, esta sendo acusado de ter estuprado uma garota de 13 anos.
Ela contou que “nunca havia mantido relação com outro homem” e garante que perdeu a virgindade após ter sido violentada sexualmente por um pastor Evangélico da Igreja Assembléia Pentecostal, identificado como Gemerson dos Santos.
Ele deve se apresentar a polícia nesta terça-feira (dia 22) ás 9h, acusado de ter cometido abuso sexual.
Segundo a adolescente, ela estuprada quatro vezes e era ameaçada pelo pastor, que dizia que se ela contasse o abuso, iria sofrer sérias conseqüências. Apesar do depoimento detalhado da menor, a polícia ainda não pode prender Gemerson dos Santos, pois não foi preso em flagrante.
O delegado Nélio Carneiro – responsável pelas investigações – disse que Gemerson dos Santos tem 31 anos, é casado, tem uma filha e é co-pastor da Igreja Assembléia Pentecostal no bairro do Valentina Figueiredo.
Ele estava sendo investigado há 20 dias, desde que a menina denunciou o abuso sexual a família.
O pai da adolescente, que pediu para se identificar, informou que o pastor freqüentava a residência com a esposa e a filha: “Minha mulher fazia lasanha para a família almoçar aqui em casa”.
O pai contou que quando o pastor foi procurado para dar satisfação sobre o caso, Gemerson disse que a menor forçou as relações sexuais, sob a ameaça de desmoralizá-lo diante da igreja.

Notícias Cristãs com informações do Paraiba.com

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.