Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Cicinho pode deixar o futebol para se tornar evangelista

Em entrevista ao programa Esporte Fantástico, da Rede Record, o jogador Cicinho conta que o álcool fez com que ele perdesse a vontade de jogar e ainda revela que está orando para poder decidir se continua ou não a atuar nos campos.
Nessa entrevista, o lateral revela que o vício fez com que ele perdesse até mesmo a vontade de cumprir o contrato de seis meses com o São Paulo e que por isso, ele acredita que "faltou com respeito" por não ter se dedicado ao clube que o consagrou na carreira.
"Eu procurava um limite, que era sentar e tomar uma cervejinha. Mas não tinha um limite. Aí vão duas, três caixas de cerveja, mas isso sozinho. Era uma coisa que me incomodava", disse o atleta que agradece a Deus por não ter se envolvido com drogas.
"[Ainda bem] que tem exame antidoping, porque se fosse pelo mundo, com certeza, eu teria ido por esse lado, o álcool te leva a fazer coisas que você nem imagina".
Cicinho diz que tentava encontrar um limite, mas que não conseguia se controlar o vício. "Eu gostava de balada, gostava de sentar no bar, eu não tinha limite", conta o lateral do Roma que não vai renovar o contrato e que pensa em largar o futebol para se tornar pastor evangélico.
"Não sei se a vontade de Deus é que eu continue jogando, meu empresário está trazendo algumas propostas para mim, e não sei se a vontade dele é que eu siga o caminho da evangelização". Cicinho confessa que ora todas as noites para que Deus lhe dê essa luz para decidir o que fazer.



Notícias Cristãs com informações do Esporte Fantástico

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.