Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Envelhecimento dos cristãos preocupa Igreja coreana

Apesar do aumento das conversões, a Igreja na Coreia do Sul está a envelhecer. Há um declínio na participação na missa dominical, no número de crianças batizadas, das que recebem a primeira comunhão e das que frequentam a catequese.
Publicadas recentemente pela Conferência Episcopal, as “Estatísticas da Igreja Católica 2011” revelam que o número de católicos na Coreia do Sul aumentou de 2 por cento no último ano. O aumento corresponde a cinco milhões de católicos entre 50, isto é, 10,3 por cento da população. Das 15 dioceses, Seul é a mais numerosa, com 27 por cento de católicos. Se se juntarem as dioceses que se encontram à volta de Seul, o número atinge os 55,4 por cento. Ou seja, a maior parte dos católicos vive nas grandes áreas metropolitanas.
Quanto ao clero, também aqui se registou um aumento. Em 2011, havia 4.455 sacerdotes locais e 166 estrangeiros, 34 bispos e um cardeal. Entre os sacerdotes, 3.817 eram diocesanos, 647 religiosos e 156 missionários. Foram ordenados 141 novos sacerdotes, que representa um aumento de 3,3 por cento em relação a 2010. Porém, em 2011, o número de seminaristas era de 1.587. Diminuíram 5,2 por cento em relação ao ano anterior. O número de paróquias era de 1.647 e os locais de missão ad extra (contando paróquias de coreanos residentes no estrangeiro) de 793. As estatísticas eferem ainda o número de batizados, casamentos, primeiras comunhões, confissões e participação na missa.
Todavia, os católicos “nengdamja” são cada vez mais. A palavra significa, literalmente, católicos “congelados”, isto é, que não participam em qualquer atividade paroquial ou eclesial. A diminuição do número de seminaristas é também preocupante, se bem que comparada com outros países, a Coreia apresenta ainda um número elevado de ordenações sacerdotais. Em relação à vida religiosa, também aqui se verifica uma diminuição do número de vocações. Apesar de apresentar ainda números invejáveis, a Igreja está a mudar. A mudança é vista com serenidade, mas acima de tudo como um desafio a uma maior autenticidade e profundidade na formação catequética dos fiéis.

Fátima Missionária

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.