Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Igreja católica pede respeito pela autonomia da gestão na Basílica da Natividade

O Patriarcado latino (católico) de Jerusalém saudou nesta segunda-feira a inscrição da Basílica da Natividade de Belém no Patrimônio Mundial da Unesco, mas pediu que se respeite a autonomia das Igrejas locais na administração do lugar santo.
"O Patriarcado quer destacar que Belém, antes de ser o primeiro sítio palestino inscrito na lista da Unesco, já pertencia ao Patrimônio da Humanidade, já que 2 bilhões de cristãos veneram o lugar, assim com um bilhão de muçulmanos, que reconhecem Jesus como um profeta", indicou, em um comunicado.
Situado na Cisjordânia, "Belém faz parte dos Territórios Palestinos, e por isso para a Autoridade Palestina era um direito e, inclusive, um dever pedir a inscrição do templo na lista da Unesco", segundo o Patriarcado latino, que saudou a decisão da agência da ONU e viu nela uma vitória diplomática.
As Igrejas guardiães dos santos lugares - grega ortodoxa, latina e armênia - expressaram suas reservas quanto à candidatura da Basílica da Natividade, por temer uma "instrumentalização" do local.
A Basílica da Natividade de Belém entrou para o patrimônio mundial da Unesco na sexta-feira passada, apesar das objeções do Estado de Israel.
A candidatura do Caminho das Peregrinações e deste templo de Belém, onde, segundo a tradição cristã, Jesus nasceu, passou assim pelo exame de 36 sítios feito pelo Comitê de Patrimônio Mundial desta organização da ONU, reunido em São Petersburgo.
É a primeira vez que a Palestina - que se converteu em membro da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura em 31 de outubro de 2011 - solicitou a inscrição de um sítio seu na lista do Patrimônio da Humanidade.
Pouco depois do anúncio, a Autoridade Palestina saudou a decisão, considerando que constituía uma "vitória da justiça".
Em compensação, o vice-prefeito de Belém, George Saade, considerou importante que "os turistas percorram este circuito e visitem Belém como uma cidade palestina", aludindo assim ao controle que exerce o Estado de Israel sobre o turismo na Terra Santa.
A Basílica da Natividade, que data do século IV, é uma das igrejas mais antigas da cristandade. Sua inclusão na lista da Unesco garante ajudas para sua restauração.

Veja

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.