Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Padre é suspeito de propor sexo a garoto no interior de SP

A Polícia Civil de Jaborandi (418 km de São Paulo) investiga a denúncia feita por um garoto de que um padre de 61 anos lhe mostrou uma carta propondo que eles tivessem relação sexual.
Responsável pela igreja na cidade, a Diocese de Barretos afastou das funções o religioso até a conclusão da apuração.
O caso veio à tona depois que dois garotos, de 13 e 15 anos, procuraram o Conselho Tutelar da cidade para se queixar do religioso.
Segundo a conselheira tutelar Sonia Regina Modenezi, os dois acusaram o padre de propor sexo e de ter tentado tocá-los nas partes íntimas.
Pela versão deles, diz Modenezi, cada um foi chamado separadamente à casa do religioso. Ao primeiro, de 15 anos, o padre teria prometido dar um perfume como presente de aniversário.
A Folha tentou, mas não conseguiu falar com o religioso.
O bispo Edmilson Amador Caetano, responsável pela Diocese de Barretos, que abrange Jaborandi, disse que decidiu afastar o padre por uma questão de praxe, mas que isso não pressupõe culpa do religioso.
Na casa do padre, segundo o adolescente, ele teria lhe mostrado a carta e tentado lhe tocar, mas o garoto disse ter empurrado o padre.
Dias depois, o outro garoto, de 13 anos, teria sido chamado pelo suspeito, que lhe mostraria fotos da formatura do catecismo, espécie de escola de formação religiosa.
Como no depoimento anterior, diz a conselheira, o garoto mais novo contou que o padre lhe ofereceu um presente --o que foi recusado-- e que o deixou sozinho para ler a carta com a sugestão de sexo.
O jovem teria aproveitado a saída do padre para tirar uma foto da carta com seu celular antes de ir embora.
Ainda segundo a conselheira, outros seis meninos do catecismo ouvidos por ela confirmaram que o padre oferecia presentes, mas sem proposta sexual.
O delegado César Martins disse que aguarda resultado da perícia policial para comparar a caligrafia do padre à da carta.

Jornal Floripa

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.