Header Ads



ATUALIZADAS
recent

"Terceiro templo tem de ser reconstruído em Jerusalém" afirma deputado israelita

O deputado K Zevulun Orlev, do partido "Jewish Home", apelou a reformas massiças, incluindo novas Leis Básicas, de forma a estabelecer um Terceiro Templo em Jerusalém.
Num artigo publicado antes do jejum do dia Tisha B'Av no jornal semanário hebraico Olam Katan, sob o título "Reforma interna e legislativa", Orlev escreveu que o Templo tem de ser reconstruído em Jerusalém e que "mudanças fundamentais" na sociedade e no governo israelitas eram necessárias para que se concretize o sucesso do projecto.
Além da reforma espiritual e da criação de uma cátedra de perito religiosos capazes de administrar o Templo, Orlev argumentou que o governo - "assumindo que o governo escolherá ser democrático" - deve virar costas às controvérsias à volta do projecto. "Será necessário derrotar moções de desconfiança, vencer a mídia hostil, esquerdista e secularizada, e ignorar ambiciosos economistas que dirão que é um desperdício de fundos públicos," - escreveu o deputado.
De forma a prevenir apelos dirigidos ao Supremo Tribunal de Justiça, Orlev advogou a legislação de uma nova Lei Básica que possa garantir o financiamento e mão de obra para proteger a prossecução do Terceiro Templo.
"A lei também irá proteger a projecto (do Terceiro Templo) de acusações de descriminação, desigualdades em relação às mulheres no serviço do Templo e violência animal causada pelas ofertas sacrificiais (de animais)," - continuou Orlev.
Orlev reconheceu que remover o "impedimento religioso e político" ao seu plano, nomeadamente a presença da mesquita de al-Aqsa e o Domo da Rocha, ambos no cimo do Monte do Templo, significaria que "o mundo muçulmano lançaria certamente uma guerra mundial."
"Mesmo assim" - continuou Orlev - "tudo o que é político é temporário e não há estabilidade. Além disso, temos recentemente testemunhado mudanças políticas que têm ocorrido em muitos países árabes."

Shalom Israel

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.