Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Pastor que comprou CD com piadas picantes será indenizado em R$ 2 mil

A Oitava Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou fabricantes de CD a indenizar pastor que adquiriu um produto que deveria ter músicas gospel, porém, durante o culto, o que escutou foram piadas picantes. A decisão foi unânime.

Caso
O pastor evangélico V.N. ajuizou ação indenizatória em face da Record Produções e Gravações, NovoDisc Mídia Digital da Amazônia e a Bazar Gospel Água Viva, pleiteando danos morais diante de engano na aquisição de produto fabricado pela requerida.
Segundo o pastor, ele comprou um CD de música gospel da cantora Mara Maravilha e deixou para escutá-lo somente no momento do louvor na igreja, quando o responsável do som colocou a música, os fiéis escutaram piadas e histórias picantes, recheadas de palavrões, do comediante Ary Toledo. Em sede de primeiro grau o pedido foi acolhido tendo gerado o apelo para o TJ/RJ.
Decisão – A desembargadora relatora da decisão, Ana Maria Pereira de Oliveira, ao manter a condenação ponderou que a relação jurídica existente entre as partes é de consumo, havendo assim, evidente falha na prestação do serviço.
Salientou a julgadora: “ressalte-se (...) que tendo sido constatado vício no produto e tendo identificado o fabricante, deve ser a condenação imposta somente à segunda Apelada (NovoDisc)”.
A relatora manteve a devolução do valor de R$ 16,60 que o pastor pagou pelo produto, bem como, fixou a indenização em R$ 2 mil, e não em R$ 22 mil como pleiteou o missionário afirmando: “este valor deve ser fixado com moderação condizente com a repercussão dos fatos em discussão”.
Finalizou a magistrada, ao fixar a indenização, que, restou comprovado pelo depoimento de uma testemunha que o CD foi reproduzido em curto período não havendo abalo na imagem do autor perante seus fiéis de sua Igreja.

Matéria referente ao processo (nº 0015573-02.2007.8.19.0205).
Cassilândia Jornal

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.