Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Cristãos egípcios são condenados à morte por filme anti-islã

Sete pessoas foram julgadas à revelia nesta quarta no Cairo.
Filme 'A Inocência dos Mulçumanos' foi produzido na Califórnia.
Um tribunal do Cairo condenou à morte nesta quarta-feira (27) sete cristãos egípcios julgados à revelia pela participação em um vídeo anti-islã que foi divulgado na internet em setembro e que provou protestos violentos em vários países muçulmanos. "As sete pessoas acusadas foram condenadas por insultos à religião islâmica através da participação na produção e distribuição de um filme que insulta o islã e seu profeta", disse o juiz Saif al-Nasr Soliman.
O vídeo de baixo orçamento, que foi produzido na Califórnia, denigre o profeta Maomé e provocou protestos contra os Estados Unidos e ataques a embaixadas ocidentais em vários países muçulmanos.
O filme 'Inocência dos Muçulmanos" foi dirigido e produzido por Nakoula Basselet Nakoula, sob o pseudônimo de Sam Bacile, que afirmou que o Islã é "uma religião do ódio".
Documentos judiciais confirmam que Nakula Basseley Nakula foi condenado a 21 meses de prisão em 2010 por fraude bancária e que morava na localidade de Cerritos, ao sul de Los Angeles. Ele foi preso em 27 de setembro, por violar as condições de sua liberdade condicional.
Em entrevista logo após o filme chamar a atenção, ele disse que a produção foi financiada com US$ 5 milhões (R$ 10,1 milhões) levantados a partir de doações de judeus, os quais ele não quis identificar.
Ele afirma ter trabalhado com 60 atores e uma equipe de 45 pessoas na Califórnia, durante três meses, no filme de duas horas. "O filme é político. Não religioso", disse.

Reuters via G1

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.