Header Ads

ATUALIZADAS
recent

Aumenta a “cristofobia” no mundo

A cada cinco minutos um cristão morreu em 2012 por causa da sua fé. A conta é do Observatório da Liberdade Religiosa da Itália, coordenado pelo sociólogo Massimo Introvigne. No ano, 105 mil pessoas morreram por causa da sua fé.
Segundo a organização Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 350 milhões de cristãos no mundo sofrem algum tipo de perseguição ou discriminação. Em 133 dos 196 países analisados pela organização, o direito à liberdade religiosa piorou em 2011 e 2012.
Três são as zonas de risco para os cristãos, de acordo com o Observatório italiano: países onde predomina o fundamentalismo islâmico, como a Nigéria, a Somália, o Mali e o Paquistão; países sob o domínio do comunismo, como a Coréia do Norte e a China, e onde predominam nacionalismos étnicos, como é o caso do Estado de Orissa, na Índia.
O professor Rupert Shortt, da Universidade de Oxford, teme que o cristianismo possa estar perto da extinção no Oriente Médio, região geográfica onde teve origem.
"Existe um sério risco de que o cristianismo vá desaparecer de seus redutos bíblicos", declarou Shortt ao jornal Telegraph. O professor cunhou o termo "cristofobia" com o qual classifica autoridades orientais que veem o cristianismo, segundo o professor, com uma ameaça a seus governos.

ALC

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.