Header Ads



ATUALIZADAS
recent

Bispo da Igreja Universal procura explicar mortes ocorridas em evento na capital angolana

A Igreja Universal do Reino de Deus, em conjunto com a Polícia de Investigação Criminal, está a trabalhar no sentido identificar as causas da morte de mais de dez fiéis da instituição religiosa, informou o bispo Augusto Dias, da Iurd.
A Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), em conjunto com a Polícia de Investigação Criminal, está a trabalhar no sentido identificar as causas da morte de mais de dez fiéis da instituição religiosa, informou , quarta-feira, em conferência de imprensa na capital angolana, o bispo Augusto Dias, da Iurd.
Augusto Dias informou que estão a inquirir pessoas que estiveram no local do acontecimento para que, junto com a polícia, possam apurar e chegar a uma conclusão sobre o que de facto aconteceu, segundo noticia o Jornal de Angola.
O líder da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola disse que a vigília, na noite de 31 de dezembro para 01 de janeiro, foi realizada na maior das intenções.
"A vigília foi para suprir a necessidade espiritual dos crentes. Mas infelizmente perdemos os nossos irmãos. Neste preciso momento a igreja está de luto e gostaríamos que respeitassem a nossa dor, a dor das famílias e que nessa hora esperamos das pessoas palavras de conforto".
O bispo lamentou o incidente e vai prestar o apoio total da igreja aos familiares das vítimas do dia 31. "As famílias aceitaram de bom grado o apoio em transporte, urnas e outras acções e perceberam que não foi um incidente premeditado pela direcção da Igreja", afirmou.
Augusto Dias garantiu que estavam tomadas todas as medidas de segurança para a realização do evento. "Já temos experiência com isso. Não fomos irresponsáveis. Nunca tivemos problemas de organização porque sabemos que movimentamos multidões. Nós solicitamos o apoio da Polícia Nacional, Protecção Civil e Bombeiros, Cruz Vermelha de Angola, cinco mil e trezentos obreiros, cem pessoas entre médicos e enfermeiros para dar apoio à actividade".
Pelo menos dez pessoas morreram, na noite de segunda-feira, e 120 ficaram feridas durante uma cerimónia da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). O acidente ocorreu no Estádio Nacional da Cidadela Desportiva onde decorria a vigília da IURD designada "Vigília da Virada – Dia do Fim". A maioria das vítimas sofreram esmagamento e asfixia.
Segundo o Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros, o recinto tinha capacidade para 70 mil pessoas, mas concentraram-se no local 250 mil pessoas e apenas dois dos quatro portões estavam abertos. Com informações do Jornal de Angola.

Africa 21

Nenhum comentário:

Fico muito feliz pelo seu interesse em comentar esta notícia.

Lembro que a legislação brasileira prevê a possibilidade de responsabilização do blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários.

Sendo assim, me reservo o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Enfim, gostaria de lhe pedir a gentileza de se identificar com seu nome e e-mail.

Obrigado.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.